Passeio pela Chapada Diamantina e Itacaré

Cobiçada pela fartura de sua pedras preciosas durante o século XIX, hoje a Chapada Diamantina é exaltada por ter riquezas muito além dos diamantes. É terra de patrimônios naturais inigualáveis e de rica história e cultura, como as heranças do garimpo, a arquitetura histórica das cidades, a culinária sertaneja e suas diversas tradições.

Partimos de Macaé em um grupo com cinco motos (Gomide/Lena, Imbiriba, Claudio, Nelson e Mello) e Magali em seu Pajero, para desbravar esse paraíso.

Viagem de moto até a Chapada Diamantina e Itacaré

Nosso roteiro e passeios previstos durante a viagem foram os seguintes:

  1. Quinta – 24/09 – Macaé/Caratinga – 431km
  2. Sexta – 25/09 – Caratinga/Itaobim – 416km
  3. Sabado - 26/09 - Itaobim/Ibicoara – 440km
  4. Domingo - 27/09 - Ibicoara – Cachoeira do Buracão
  5. Segunda - 28/09 - Ibicoara/Mucuge – 79km
  6. Terça - 29/09 - Poço Encantado/Poço Azul/Cemitério Bizantino/Igatu
  7. Quarta - 30/09 - Mucuge/Lencois – 132km
  8. Quinta - 01/10 – Lencois – Morro do Pai Inácio/Lagoa Pratinha/Gruta Pratinha
  9. Sexta – 02/10 - Lençois Livre
  10. Sábado – 03/10 – Lençois – Passeio Serrano
  11. Domingo - 04/10 - Lencois/Itacare – 496km
  12. Segunda - 05/10 - Passeio Praias
  13. Terça - 06/10 - Passeio a Ilheus - 140km
  14. Quarta - 07/10 - Itacare/São Mateus - 630km
  15. Quinta - 08/10 - SãoMateus/Macaé - 570km

Viagem de moto até a Chapada Diamantina e Itacaré

Vídeo fotos viagem:

Na fase inicial de nossa viagem, seguimos pela BR-116, também chamada de Rodovia Rio/Bahia e pernoitamos nas cidades mineiras de Caratinga e Itaobim. Foram dois dias de viagem com calor intenso, sendo que nossa chegada a Itaobim deu-se numa temperatura de 39 ºC. Sob sol inclemente e viajando com as roupas de proteção, o grupo foi bastante castigado.

As rodovias do Estado de Minas Gerais encontram-se em bom estado de conservação, porém em alguns trechos: ”Minas tem queijo, cachaça e pão de queijo, porém tem também calor, pardal e quebra molas”, observados a cada cidadezinha que cruzamos.

Nas rodovias da Bahia, passamos por trechos bem maltratados, ora com buracos e ora com consertos no asfalto, que ocasionavam bastante trepidação nas motos.

Viagem de moto até a Chapada Diamantina e Itacaré

Para chegar à Chapada Diamantina, o GPS deve estar bem aferido com mapas do interior da região nordeste pois, a sinalização nos caminhos próximos à Chapada é muito carente.

No 3º dia de nossa viagem de moto, finalmente chegamos a Ibicoara, localidade mais ao sul da Chapada Diamantina.

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres
Seu comentário será enviado para moderação pelo administrador.
  • Nenhum comentário encontrado

Conteúdo relacionado - Viagens pelo Brasil