Entrar

Guemes a Pres. Roque Saenz Peña

2o dia de volta.
De Guemes a Pres. R. Saenz Peña - 627 km
Média de consumo de 1 lt. a cada 20,27 km

Viagem de moto ao Atacama 25Toquei direto até J. Gonzalez, onde parei para abastecer e tomar água com bolachas. O vento continuava, ora forte, ora diminuía um pouco e estando nublado na maior parte, amenizou o calor de cruzar a Ruta 16 Transchaco. Desta vez, o vento espantou a maioria dos animais que costumam estar pela pista e arredores!

Após uma parada em Monte Quemado para abastecer, cheguei algo cansado ao destino do dia por volta das 18 horas. Decidi trocar de hotel para ver como seria e peguei o Hotel Orel, ao lado da rua principal por R$ 52 a diária, com garagem coberta, mas feia, de chão batido. Café ainda pior do que a média, sem internet e pouca estrutura. Não recomendo. Melhor mesmo o Aconcágua da ida.

Ainda deu tempo para ir as Termas da cidade antes da janta. De táxi na ida, voltei a pé, não sem antes tomar um baita sorvete. Por R$ 4.50, um banho termal em banheira, com água cor de guaraná, quente e salgada, mas que relaxou bem da tocada do dia.

Jantei outra vez no Bien Jose, lomito de cuadril, salada e 1 garrafa de vinho por R$ 38, incluindo a gorjeta.

Em Saenz Peña também há uma via marginal a rodovia na entrada-saída, na qual motos devem seguir de forma obrigatória, mas aparentemente é menos fiscalizada. Na dúvida, obedeci.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização