O mapa acima exibe o roteiro percorrido durante a viagem de moto que fiz entre os dias 2 de junho e 2 de setembro de 2014. Foram 24 mil quilômetros cruzando 28 estados americanos, além dos desertos de Mojave e Nevada.

A viagem começou da forma como mais gosto: sem roteiro pré-definido (afinal temos de dar chances ao destino) e apenas na companhia da Helô. Para quem não conhece, uma Harley-Davidson 2001, modelo Road King Police que adquiri no ano passado na Virginia e deixo guardada na casa de um sobrinho na Florida.

Viagem de moto pelos Estados Unidos

Iniciei a viagem tendo que conduzir a moto até a Virginia para fazer a inspeção anual, já que ainda não tinha feito a transferência da placa para a Florida. Entrei na Virginia e fiz a vistoria na primeira cidade que encontrei, sem burocracia, sem demora e pagando uma taxa de 12 dólares.

Após esta boa surpresa tinha que decidir para onde me dirigir. Como estava próximo à divisa com Carolina do Norte e o Tennessee o "Tail of the Dragon" acabou sendo uma consequência natural. Valeu a pena, como sempre vale o Dragon, principalmente pela Helô, paramentada com 2 esvoaçantes lábaros pátrios, bailando com a costumeira elegância e precisão pelas 311 curvas do Tail of the Dragon. Naturalmente que eu sempre imagino que o mérito seja meu, mas a única coisa que faço é pagar a gasolina (podium).

Tail of the Dragon

Após o Dragão resolvi ir até o Kansas para conhecer a cidade de Iola, nome da minha neta e da minha esposa a quem, um dia, prometi que iríamos conhecer. Valeu a pena, a cidade é linda e foi como se ela estivesse junto de mim curtindo "sua" cidade. Eu chegava a ouvir seu riso luminoso espantando a saudade que teima comparecer a eventos em que não foi convidada.

Viagem de moto pelos Estados Unidos

Seguindo para Dodge City, recebi uma mensagem de um amigo, o Carlos Schaeffer, perguntando se eu conhecia algumas das estradas citadas em um artigo no site "Toprider" ( toprider.org/as-15-melhores-rotas-para-moto-dos-estados-unidos ). Sim, conhecia umas 2 ou 3, outras só de nome e a maioria nunca tinha ouvido falar.

1 - (NC/TN) Tail of the Dragon
2 - (CO) Million Dollar Highway
3 - (CA) Angeles Crest Hwy
4 - (CA) Route 58
5 - (CA) PCH Route One
6 - (CA) Route 36
7 - (OR/WA) Route 129 & Route 3
8 - (ID/MT) Lolo Pass9 - (MT) Going-to-the-Sun
10 - (MT/WY) Beartooth
11 - (OH) Route 170
12 - (WV/VA) Route 33
13 - (VA) Blue Ridge Parkway
14 - (TN) Cherohala
15 - (TN/AL/MS) Natchez Trace Pkwy

Percebi porém que algumas estavam na costa do Pacífico e a tal de PCH (Pacific Cosat Highway), ou Route One, seria o caminho natural para liga-las sendo, ela própria, uma das 15 "tops". Lembrei-me também de recomendações de meu sobrinho Rodrigo para colocar San Simeon e o inacreditável "Hearst Castle" na agenda.

Viagem de moto pelos Estados Unidos - Hearst Castle

Juntando a todas essas recomendações à descrição que meu guru para artes marciais, o Dotô Badá Barreto, fazia da costa do Pacífico, acabei sucumbindo à pressão e deixei o destino me levar. Apontei a proa da Helô em direção à emoção e partimos para conhecer TODAS as 15 melhores rotas "from cab to rab" (de cabo a rabo em inglês castiço).

Para se chegar a essas 15 rotas "top" a American Motorcyclist Association conduziu uma pesquisa com 250.000 motociclistas dos Estados Unidos e de outras partes do mundo. Embora eu discorde de algumas, creio que umas 12 merecem, com louvor, estar nesta relação.

De qualquer forma foi uma das mais gratificantes viagens da minha vida, só não digo que foi a melhor pois sempre tem a próxima.

Na medida do possível vou postando uma espécie de diário que tentei montar a partir do dia em que coloquei a Helô na estrada. Tenham paciência pois sou quase um "desalentado".

Utilize os links de navegação abaixo para acompanhar o dia a dia dessa minha incrível viagem de moto pelas melhores rotas dos Estados Unidos.

Relato de Viagem de Moto

Comentários (2)

This comment was minimized by the moderator on the site

Evitando redundância. coloco meu comentário de agradecimento na abertura, cada tópico é merecedor de elogio mas não combinaria até com seu modo de ser, descolado, gozador de si próprio. Eu que fiquei impossibilitado, após um acidente, de continuar com meus passeios de fim de semana tenho nos textos que leio a sensação muitas vezes de estar viajando junto, a gente troca os percursos pelas relatos, principalmente naquelas linhas que falam do estalar do metal quando das paradas para uma foto ou descanso, os famosos bate papos sobre a moto ou destino, detalhes entre outros que trazem lembranças dos bons momentos que só uma viagem de moto proporciona e poucos abençoados sabem aproveitar, Forte Abraço e Grato pelos relatos muito bem feitos.

This comment was minimized by the moderator on the site

Prezado Dinho Sprenger, muito obrigado pelo comentário e pela forma fraterna como foi colocado. Retornos como este justificam compartilhar minhas impressões e visões ao longo de uma viagem, afinal sinto que estou escrevendo para quem sabe o que é a "estrada", independente de qualquer outra coisa. Mais uma vez, muitíssimo obrigado e um grande abraço.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Motos Adventure - expedição de moto pelo mundo

Livro sobre viagem de moto até o Atacama