Apenas para esclarecer, a viagem onde percorri as 15 melhores rotas para motocicleta nos Estados Unidos começou, de fato, no dia 12 de maio de 2014. Neste dia partimos, eu e meu sobrinho Mario Luiz - que retornaria ao Brasil no dia 28 - para Miami, de onde iríamos de carro para a casa de outro sobrinho em Orlando, o Rodrigo, onde fica estacionada a fiel escudeira que me leva ao país dos sonhos, a Helô.

Savannah (GA) - Lugoff (SC) - 5 de junho de 2014

A grande vantagem do GPS é, além de estabelecer uma rota entre dois pontos fornecendo todas as informações sobre a mesma em tempo real, permitir que você defina alguns parâmetros que serão considerados na escolha da rota. Tenho por hábito fugir das Highways, geralmente longas e monótonas retas com tráfego intenso.

Lugoff (SC) – Charlotte (NC) - 6 de junho de 2014

A Helô está com a placa da Virginia, pois ainda não tive tempo de transferi-la para a Florida, para onde mudei meu endereço. Com isto, após pagar o licenciamento de 2014 via internet, quando ainda estava no Brasil, os selos de mês e ano do emplacamento foram enviados para a Florida.

Bem, como eu estava em Charlotte (NC), só me restava conhecer uma de suas maiores atrações: o "Nascar Hall of Fame"

No momento em que cheguei começaram a estacionar vários carros no pátio externo, parece que para promover algum evento. O rugido do motor da Ferrari F-40 ricocheteando nas estruturas de concreto dos prédios em volta parecia anunciar o Apocalipse. Coisa de louco.

Charlotte (NC) – Whyteville (VA) - 7 a 9 de junho de 2014

Acordei tarde, já que não adiantava ter pressa, e coloquei a Helô na pista mais tarde ainda, afinal era sábado e eu teria que aguardar até segunda-feira para fazer a vistoria. Sem problemas, segui devagar e saboreando cada metro percorrido, até mesmo sob uma chuva que, embora não atrapalhasse a pilotagem durante uma viagem de moto, trouxe uma friagem que obrigou-me a proteger a garganta com uma "pescoceira".

Whyteville (VA) – Mountain City (TN) - 9 e 10 de junho de 2014

Descobri que a concessionária Harley-Davidson não abria na segunda-feira. Como como tinha passado em frente a uma loja multimarcas, fui lá perguntar se faziam a inspeção veicular. Na mesma hora fui encaminhado para a oficina. Deixei a moto e o documento e fui apreciar as motos usadas.

Mountain City (TN) - Bristol (VA) - 10 de junho de 2014

Hoje pela manhã, após um desjejum mixuruca, deitei a Helô no estacionamento do hotel e abri a janela de inspeção na tampa da primária. Isso porque venho desconfiando de um chiado que ocorre de vez em quando. Vi que a corrente da primária estava com uma baita folga.

Embora eu não seja um fervoroso seguidor de guias e catálogos, esse trecho da 421 é um dos mais badalados no meio motociclistico. Realmente ele reune características que o tornam um verdadeiro parque de diversões para quem gosta de viagem de moto. Vejam só: atravessa a Cherokee National Forest, cruza duas montanhas, corta os dois vales formados por elas (Shaddy Valley e Holston Valley) e ainda por cima contorna um lago ao seu final.

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.