Manezinhos no Deserto do Atacama

Atacama 01

Fomos impulsionados por um sonho, queríamos conhecer outras terras outros costumes, andar na estrada, sentir a mudança do clima, ouvir outro idioma que não fosse o nosso, sentir dificuldades que ao mesmo tempo com calma e paciência conseguiríamos resolver, e ao final de tudo ter em nossa historia momentos que nem o tempo poderia apagar.

Atacama 05

Saímos do hotel às 8h30. Como estávamos na rota das missões, resolvemos visitar as ruínas de São Miguel Arcanjo. Saímos de nosso roteiro 16 km, mas valeu a pena, foi lindo. Almoçamos em um posto de combustível em São Borja, onde encontramos um motociclista carioca que estava chegando do Chile. Conversamos, trocamos adesivos e tiramos fotos.

Atacama

Tiramos o dia para descansar um pouco da nossa viagem de moto até o Deserto do Atacama e para conhecer um pouco da cidade de Salta, que tem igrejas lindíssimas e bem coloridas. Fomos ao museu “ Alto da montanha”, que conta a história dos incas, suas crenças e costumes e onde vimos algumas crianças incas mumificadas, bem interessantes.

Deserto do Atacama

Acordamos tarde e saímos à pé para conhecer a tão famosa San Pedro. A Rose nos deu a maravilhosa idéia de comermos no hostel, e assim foi feito. Compramos mantimentos em um mercadinho e, caminhando pelas ruas, achamos uma feira, onde compramos frutas. Como estava com saudades de comer frutas... 

Deserto do Atacama

Acordamos 3h45 da manhã para conhecermos os Geysers Del Tatio. É uma atividade vulcânica ao norte de San Pedro, a aproximadamente 4.320 metros de altitude. São imponentes. Fumaças que emergem da superfície da terra, numa temperatura de mais ou menos 85º C. Que loucura. Estávamos em cima de uma bomba relógio. Lá faz muito frio.

Página 1 de 2

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.