Saimos de Campo Grande às 8h30min para continuar nossa viagem de moto até Machu Picchu e enfrentamos um trafego muito pesado, literalmente. Muitos caminhões na pista e também animais mortos, tipo anta, tamanduá. etc.. afinal, estávamos bem proximos ao Pantanal Matogrossense.

Na divisa entre MS e MT, paramos para tirar uma foto, deixei minha moto à beira da pista, e quando um caminhão passou, o deslocamento de ar simplesmente ARRANCOU a bolha da minha moto. A bolha havia sido tirada na RPTA 67, Revenda Harley, e com certeza foi mal colocada. Sorte que não quebrou e nada de mais grave aconteceu, tendo alguns carros desviado da peça que caiu. Vamos conversar com a HD para esclarecer o problema.

Por sugestão de um proprietário de Posto, abortamos a ideia de seguir direto a Cuiabá (MT), pois pegariamos duas serras com muito trânsito de cargas pesadas. Entramos então para a cidade de Campo Verde, onde encontramos com o João Marcos ( O Negão), que havia saído de Brasilia na quinta-feira também. Abastecemos e seguimos 80 km para a Chapada dos Guimarães, onde chegamos no final da tarde. Paramos no centro Geodésico para umas fotos e seguimos para hospedagem na Pousada Penhasco, com excelente visual, e estrutura sensacional. Em frente tomamos algumas cervejas, o Marcos Bé só no vinho..., e fomos dormir.

Percorridos 705 km

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.