Acordamos às 6h30, tomamos café e saímos em direção a Puno, distante 390 km de Cusco. Passamos por Juliarca (capital do vento), uma cidade com jeito de Velho Oeste, com muita obra de infraestrutura acontecendo e com cara de ser meio perigosa.

Estávamos parados no semáforo e um rapaz de tuk tuk perguntou para o Andréa quanto ele pagou pela moto. Ele respondeu 10 mil reais. Um pouco tensa essa travessia.

De volta para a rodovia, andamos uns 15 km e fui parado pela policia Peruana. Solicitaram os documentos, mas eles queriam mesmo era ver a moto. Fiquei conversando com eles enquanto meus amigos me aguardavam um pouco mais à frente. A Policia do Peru é muito séria, só tenho elogios.