Expedição Machu Picchu e Atacama

Três motociclistas paulistanos fazem uma viagem de 5.922 km pelas estradas do Brasil, Peru, Chile e Argentina em 13 dias para conhecer Machu Picchu e o Deserto do Atacama. A viagem iniciou no Acre e terminou em suas casas, em São Paulo.

Expedição Machu Picchu e Deserto do Atacama

O mapa acima mostra o roteiro planejado para ser realizado em 13 dias de viagem de moto, durante os quais pretendemos percorrer as estradas do Brasil, Peru, Chile e Argentina para conhecer algumas das mais espetaculares paisagens da Cordilheira dos Andes e principalmente a cidade inca de Machu Picchu e o Deserto do Atacama.

1º dia - Rio Branco - Puerto Maldonado

Saímos do hotel com a bagagem por volta da 7h30 da manhã para pegar as motos com o Sr. Raimundo na transportadora e iniciar o trecho do dia de 574 km. Tudo pronto, abastecemos, tiramos fotos para registro e saímos às 9h30.

2º ao 4º dias - Puerto Maldonado - Cusco e Machu Picchu

Tomamos café às 6h30 da manhã. Depois de uma rápida checagem nas motos, saímos para nossa viagem às 7h30 rumo a Cusco com 465 km pela frente para percorrer. Já não chovia mais e a temperatura estava em torno dos 27 graus.

5º dia - Cusco - Puno

Acordamos às 6h30, tomamos café e saímos em direção a Puno, distante 390 km de Cusco. Passamos por Juliarca (capital do vento), uma cidade com jeito de Velho Oeste, com muita obra de infraestrutura acontecendo e com cara de ser meio perigosa.

6º dia - Lago Titicaca

Resolvemos ficar mais um dia em Puno e fazer um tour pelo lago Titicaca para visitar as comunidades dos Uros que vivem no lago, em ilhas flutuantes feitas com um capim chamado Totora.

7º dia - Puno - Iquique

Tomamos café da manhã e saímos às 7 horas com chuva e frio para continuar nossa viagem de moto pela Cordilheira dos Andes. Tínhamos 771 km pela frente e o radar mostrava uns 250 km de chuva. Até a fronteira com o Chile foram 491 km.

8º dia - Iquique - San Pedro de Atacama

Acordamos às 8 horas e saímos por volta das 9h30. O trecho até San Pedro do Atacama tinha 486 km. Seguimos pela Via Panamericana por 230 km até Tocopilla e em seguida pegamos a route 24 para Calama.

9º dia - San Pedro de Atacama

Fizemos um tour e conhecemos as principais atrações da região de San Pedro do Atacama, que é simplesmente o máximo.

10º dia - San Pedro de Atacama - San Salvador de Jujuy

Começamos a voltar pra casa tendo 486 km a percorrer no dia. Saímos de San Pedro de Atacama às 9 horas da manhã. Detalhe que no deserto amanhece depois das 7h30.

11º dia - San Salvador de Jujuy - Corrientes

Acordamos cedo e estava chovendo. Nosso objetivo era chegar a Corrientes, ainda na Argentina, distante 834 km. O trecho mais longo da nossa viagem de moto, com retas intermináveis.

12º dia - Corrientes - Cascavel

Nosso objetivo era ir até Foz do Iguaçu já no Brasil, percorrendo um trecho de 622 km. Próximo a Puerto Iguazu, chovia muito, a moto do Viktor furou o pneu traseiro nos atrasando por uma hora. Mesmo assim chegamos à fronteira às 15 horas e resolvemos continuar viagem e ir até Cascavel (PR).

13º dia - Cascavel - São Paulo

Era o último dia da nossa viagem de moto pelo Brasil, Peru, Chile e Argentina. Saímos às 8 horas rumo a São Paulo, tendo pela frente 922 km para percorrer.

Conteúdo relacionado - América do Sul