Uma viagem de moto pela ótica feminina

Seja qual for seu destino, distância a percorrer ou tipo de motocicleta que você tem, fazer uma viagem de moto requer cuidados simples e básicos, e que passam longe do estereótipo da mulher motociclista que a mídia vende, onde o corpo à mostra é a segunda maior atração - depois da moto, claro. Aquela figura da mulher em uma moto numa estrada gringa, de short jeans rasgado, botas, cabelos ao vento e capacete aberto, é um típico caso de fetiche que só funciona bem na parede da borracharia.

Infelizmente, para a realidade brasileira, quanto menos mulher você parecer à primeira vista, mais segura estará, a salvo dos oportunistas e, além disso, em determinados casos, também tornará sua viagem mais prática. Isso significa, por algumas horas, abrir mão de detalhes cor de rosa na roupa, bolsas a tiracolo, e outros itens que entreguem nossa aparente fragilidade, mas nem por isso você será menos feminina.

Estava lendo o artigo O que é necessário levar na bagagem, publicado aqui no ViagemdeMoto.com e percebi que faltou nele a ótica feminina. Por isso resolvi acrescentar algumas dicas que eu adoto em minhas viagens. Claro que cada pessoa tem suas necessidades, mas espero que minha experiência possa agregar na hora de preparar sua mala.

  • Roupas adequadas – o “moto dress code” feminino é muito funcional e prático, alia o conforto à segurança. Na estrada, opte por calças SEMPRE, mesmo sob o sol escaldante do nordeste do Brasil. Nem tão largas a ponto de correr o risco de enroscar em alguma engrenagem, nem tão justas a ponto de suprimir movimentos básicos. Jeans modelos skinny com elastano são boas pedidas, pois podem ser utilizados em outros ambientes como restaurantes, e passeios sem moto. Combine camisetas de algodão, de preferência mais compridas na cintura, assim você não corre o risco de “pagar cofrinho” e uma bota resistente e adequada. Invista em uma boa e estilosa jaqueta de couro (o modelo PERFECTO é o mais clássico, combina com qualquer moto, é funcional pois tem muitos bolsos com zíper e não sai de moda nunca). Para não parecer vestindo um abadá e esconder eventuais sujeirinhas, opte por peças escuras e lisas, fáceis de combinar. O toque feminino, nesse caso, fica por conta de acessórios que amamos como echarpes, brincos, pulseiras e colares.
  • Invista num baú – existem modelos, tamanhos e estilos para todas as motos. Na maioria das vezes são removíveis, ou seja, no dia a dia você o deixa em casa, ou, viram uma maleta de mão. Servem tanto para aliviar suas costas da bagagem como para carregar em segurança alguma eventual comprinha extra da viagem.
  • Cada coisa no seu lugar – deixe à mão e junto a seu corpo, por medida de segurança, tudo o que levaria numa bolsa para uma festa como: documentos, dinheiro, cartão de crédito, celular, alarme da moto, chave do baú, mp3. Pochete é horrível, eu sei, mas existem uns modelos que prendem na perna mais específica para motociclistas, bem jeitosos e práticos, e ficam com fácil acesso mesmo com a moto em movimento, como no caso de moedas para pagar o pedágio.
  • Tranças em alta – se você, por descuido ou desconhecimento, já deu uma voltinha de moto com os cabelos soltos pelo capacete afora, deve saber o quanto é complicado desmanchar aqueles nós feitos pelo vento sem a ajuda de um santo condicionador. Então, amiga, não perca seu precioso tempo: sem balaclava? faça uma trança charmosa, presa com um elástico, não faz feio em nenhum ambiente e te poupa minutos preciosos debaixo do chuveiro.
  • Trilha sonora – faz toda a diferença: marca sua viagem, te relaxa, acalma, mas, também distrai. Sugiro usar apenas UM (01) fone, assim o cérebro fica parte atento aos estímulos sonoros tão necessários para sua segurança. Mas não se esqueça de levar muitas músicas e a bateria carregada.
  • Não fique sem – bateria extra de celular carregada, kit salva-unha com lixa e cortador pequenos, hidrante para as mãos, capa protetora de celular à prova d´água e prendedores extras de cabelos.
  • O que não combina – Franja no olho + capacete; calcinha fio dental + horas sentada; roupa sintética + jaqueta de couro; batom + balaclava; brincão de argola + capacete; anel + luva.

Faltou alguma coisa? Joga no baú e me conta!!!

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres

Conteúdo relacionado - Artigos

Riders Of Freedom

O nosso tamanho como pessoa

Motociclistas invencíveis

O Tombo... e a Sua Utilidade!

Riders Of Freedom

Humildade e generosidade