Saímos às 6h da manhã em ponto, mas só foi amanhecer às 8h30. O dia de viagem foi para percorrer longas distâncias e pegar a icônica Ruta 3, que vai nos levar até o fim do percurso, ao sul do Continente, em Ushuaia.

Passamos por estradas boas e movimentadas e o clima estava bom e sem chuva. As V-Rods estavam perfeitas. Viagem de cruzeiro na faixa dos 140 km/h.

Chegamos a Viedma ainda de dia. Show!! Linda cidade. Viedma marca o início da Patagônia.

Distância: 980 km

Comentários (4)

  1. Alvaro Luis Marcos Medeiros

É a gurizada puxa forte.....Claro que as retas e qualidade ajudou ???

  1. Pedro Rocha de Miranda    Alvaro Luis Marcos Medeiros

Sem duvida Alvaro. As retas e a motivação de estarmos pilotando por aquelas bandas. Fomos também favorecidos pelo tempo mais frio. Pois ali eh uma região muito quente no verão. O frio, desde que preparado, torna menor o cansaço. Mas nao foi nossa regra rodar na faixa dos 1000 kms nao. Nao fizemos isso dois dias seguidos.

  1. Douglas Aquino

saudações pessoal. estou lendo sobre a viagem porque pretendo fazê-la no ano que vem. 980km para rodar num dia é muita estrada. se for rodar no outro dia, você já amanhece cansado. Falo isso porque fiz uma viagem de BH a Cuzco em que rodamos os primeiros 6 dias neste ritmo. A partir do quarto dia eu não queria nem sair da cama de manhã, de tão cansado. Por isso eu parabenizo vocês pela garra. um motoabraço.

  1. Pedro Rocha de Miranda    Douglas Aquino

Obrigado Douglas pelo comentário. De fato tens razão. Tanto que não fizemos isso dois dias seguidos. Sempre dávamos uma aliviada apos um tirada maior/mais cansativa.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.