Conforme esperado, o dia amanheceu com muita chuva. Tomamos um bom café da manhã e saímos às 7h30 da cidade. A manhã foi inteira de chuva e a BR-101 estava perigosa. Muitos caminhões, água empoçada e viseiras embassadas. Punk !!

A chuva deu trégua a partir do meio-dia na altura de Tubarão (SC). Foi bom pois ainda faltava muito para o nosso destino final.

As paradas eram rápidas. Abastecimento, banheiro e saída, após o cigarrinho do Ítalo... 15 a 20 minutos. Não almoçamos hoje para a trip render.

Sem chuva, as V-Rods pediram vento... Mantivemos médias de 140 a 160 km/h o tempo todo. Show!

A moto do Bollentini continuava com o problema do pezinho. Contávamos com a sorte na hora de ligá-la. Hora ia fácil, hora demorava mais.

Incrivelmente chegamos num lindo final de dia à cidade de São José do Norte (RS) e fomos direto para a balsa para atravessarmos para Rio Grande (RS). A balsa de veículos não estava mais funcionando devido ao horário. Assim, permitiram que usássemos a balsa de passageiros. Só que tínhamos que passar por uns acessos complicados. Num desses, minha moto tombou para o lado do escapamento. Por sorte caiu em cima do Ítalo que amorteceu a queda. Kkkkkkkkk.

Chegamos na fria Rio Grande. Estava frio.
Comemos um lanche de trailer no “Alemão” e fomos para a cama!

Distância: 860 km

Comentários (1)

This comment was minimized by the moderator on the site

Poxa - vcs estavam puxando forte mesmo.
E depois o trecho da BR101 de Osório ate São José do Norte. É HORRÍVEL,DE MÁ QUALIDADE.
Mas bacana ate agora

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Motos Adventure - expedição de moto pelo mundo

Livro sobre viagem de moto até o Atacama