• Gugu
  • Publicado em

Lubrificando a corrente da moto

Acabei de chegar de uma viagem solo de 10.246 km por 5 países. Revi muitos lugares bacanas, encontrei diversos motociclistas viajando e fiz diversas amizades/contatos. Mas durante uma longa viagem como esta, que dura em torno de 20 dias, lubrificar a corrente da moto duas vezes ao dia é trabalhoso quando se viaja solo, como é o meu caso.

Desde que comprei a primeira Varadero, em 2007, criei um sistema de lubrificação muito simples e rápido onde em cerca de dois minutos, sozinho, faço este trabalho.

Divulgando meu sistema posso ajudar outros motociclistas em viagem.

Vejo o pessoal sofrendo com essas motos pesadas, cheias de bolsas ou alforjes e um dia tive uma idéia que considero o “Ovo de Colombo”...

O meu sistema é muito simples, ninguém conhece.

Manutenção da moto
Uma pequena régua de madeira cortada e ajustada no tamanho exato para manter a roda traseira a pelo menos 2 cm do chão

Manutenção da moto
Com a mão direita empurro levemente a moto para o lado do cavalete lateral

Manutenção da moto
Quando a roda traseira levanta do chão, simplesmente agacho e apoio a régua na balança

Manutenção da moto
A moto fica com a roda traseira livre para ser lubrificada e bem apoiada em 3 pontos: no descanso; na roda dianteira; e, na régua

Manutenção da moto
Com uma bisnaga usada de colírio/soro nasal com óleo de câmbio tipo mineral 90, facilmente rodo o pneu com uma mão e com a outra aplico o óleo. Em menos de um minuto tenho a corrente bem lubrificada

Otavio Araujo – Gugu, empresário, 69 anos, motociclista há mais de 50.
Atualmente rodando de Honda Varadero XLV 1000.
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres

Comentários (34)

Conteúdo relacionado - Artigos

Motociclistas invencíveis

A Visão do Estradeiro

Textos legais

Eu nasci motociclista