Final Frontier - Ushuaia

Colors: Purple Color

Havíamos combinado de estar na oficina do Pablo às 10 horas para trocar os pneus e seguir viagem até a fronteira onde o terror do rípio começa. Ficamos esperando até as 11 horas que foi quando os pneus chegaram. Até colocar nas motos acabamos saindo as 13h30min de Ushuaia, e teríamos 200km até Rio Grande e mais 80km até a fronteira, onde dormiríamos para encarar o rípio pela manhã do dia seguinte.

Às 8 horas já estávamos prontos e saindo. De cara já tinhamos que encarar a aduana de saída da argentina, depois de uns 20 minutos estávamos rodando no rípio novamente, mas desta vez combinamos de ir com muita calma para poupar as motos. A estrada estava seca mas o buracos e as costeletas ainda estavam lá. Com muita calma e muito tempo conseguimos rodar os 120km. Os últimos 10km foram tensos por causa do vento que resolveu soprar muito forte, mas tudo certo, depois de 4 horas conseguimos vencer o rípio sem tombos.

Dia de folga para os quatro cavaleiros de Ulysses em El Calafate para conhecer o famoso Glaciar Perito Moreno, se a chegada em El Calafate já nos havia surpreendido com uma visão  da região espetacular à caminho do Glaciar então confirmamos que o ponto alto do turismo no sul da Argentina é sem dúvida El Calafate com um micro clima a parte, com diz o Sueden, só é possível descrever vindo até aqui!

Acordamos cedo e pegamos estrada com o Sol se espreguiçando bem na nossa frente, ofuscando nossa visão na estrada e com um frio de congelar os dedos. O Dudu que o diga, porque no dia anterior o fusível que alimenta as tomadas de 12 volts tinha queimado quando estávamos calibrando os pneus das motos com o compressor portátil do Bosco e de manhã, quando ele precisou das manoplas aquecidas, surpresa… Sem aquecimento, fusível identificado no pit stop para abastecimento e prosseguimos viagem para Puerto San Julian.

Oficialmente é o dia que começa o retorno para o Brasil. Acordamos cedo e com as motos preparadas, iniciamos o nosso regresso. Já havíamos definido Trelew como ponto de pit stop para troca dos pneus do Sueden e do Dudu pois o máximo que eles chegam é até Bahia Blanca e olhe lá! Realmente o vento fez uma diferença enorme em nossos cálculos de durabilidade dos pneus que no meu caso reduziu a vida útil dele em 50% e a do Sueden e Dudu em 30%.

Ontem no jantar decidimos que iríamos passar para o Uruguai rodando, isso porque a travessia no buquebus iria nos custar um dia e se fossemos rodando ganharíamos mais tempo e também porque no dia anterior, quando eu estava comprando o pneu traseiro, conheci o Jorge, um argentino morador de Bahia Blanca que tinha muitos amigos em Nova Petrópolis/RS e que conhecia bem este percurso e nos sugeriu fazê-lo. Como de costume, marcamos a saída para as 8 horas. Desta vez saímos no horário exato, às 8 horas estávamos pegando a estrada. O nosso caminho seria por um tipo de anel viário que passa por fora de Buenos Aires para pegarmos a RN14, que é  a estrada que segue a fronteira oeste do Uruguai.

Objetivo do dia hoje para mim é “home” e para o Dudu e Bosco, Três Corações, mais 302 KM adicionais e a 600 km de Belo Horizonte!

Iniciamos a nossa motokada diária as 08h30min pela BR116 e logo que saímos da zona urbanizada, começamos com curvas de alta e com pista dupla o que para nós, que rodamos 8.000 km de retas em estradas estrangeiras, é um prazer. Começamos com ponderação, sem arriscar, mas em nosso ritmo diário, aproveitando a estrada tranquila devido ao feriado e por ser um final de semana.

Pois bem, com o corpo já descansado, mas ainda com muitas lembranças e emoções, venho compartilhar com os amigos um rápido "balanço" do que foi, para mim, a experiência desta viagem.

Primeiramente, um enorme aprendizado sobre viajar de moto.

Foi fundamental o planejamento cuidadoso e criterioso, envolvendo revisão e manutenção das motos (antes e durante a viagem), checagem da documentação necessária, estimativa das quantias em dinheiro a levar (em moeda nacional e estrangeira), divisão de tarefas, etc. E mesmo assim, acredito que todos os companheiros acabaram descobrindo, durante a viagem, que em alguns aspectos o planejamento poderia ser aperfeiçoado.

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.