Expedição Velho Continente

Expedição Velho Continente

Viagem de moto Europa 001Nossa aventura começou a ser planejada a dois anos atrás. Com sonhos de viajar pela Europa, eu (Gomide) e minha esposa (Lena), unindo a experiência de pilotar por belas estradas e conhecer um pouco da história, resolvemos montar um roteiro.

Nosso intuito era, em 20 dias aproximadamente, fazer roteiro pelos países de língua latina. Busquei dados para montar o roteiro, porém, as dificuldades encontradas me fizeram buscar ajuda.

Barcelona, Espanha

Viagem de moto Europa 002Em Barcelona, ficamos hospedados em La Boqueria, nas Ramblas. Rambla em Catalão designa uma via aberta num local ocupado anteriormente por um canal, e é o nome da avenida principal de quase todas as cidades Catalãs.

Banhos tomados e apesar do longo vôo até Madri mais a conexão até Barcelona, partimos conforme combinado  para a loja MOTOCARD (www.motocard.com), onde antecipadamente tínhamos feito levantamento de preços de acessórios para viagem. Com preços bem mais em conta que no Brasil, todos compraram capacetes, roupas, botas e luvas, entre outros.

Roma, Itália

Viagem de moto EuropaPegamos um vôo de Barcelona para Roma e chegamos no meio da tarde. No hotel, recebemos indicação de uma Cantina tradicional italiana. Jantamos frutos do mar, risotos, filletos e após muitas garrafas de vinho e copos de cerveja, saímos caminhando em direção ao Coliseo. No caminho, passamos pelo DOMUS AUREA (em latim, Casa Dourada) um grande palácio romano, desenhado para tirar partido das paisagens artificialmente criadas no coração da Roma Antiga pelo Imperador Romano Nero, depois do Grande Incêndio que devastou Roma em 64 d.C. ter varrido as habitações aristocráticas das encostas do Monte Esquilino). Mais alguns metros e finalmente chegamos a ele.

Napoli, Itália

Viagem de moto Europa 023Napoli é uma cidade portuária com muitos prédios antigos, porém mal cuidados. Chegamos na cidade às 18 horas e levamos as motos para o estacionamento.

Partimos em direção a Pizzeria da Michele, famosa pela filmagem de “Comer, Rezar, Amar”, película com a participação de Julia Roberts, onde comemos bem, pagamos barato e tiramos muitas fotos.

Costa Amalfitana, Itália

altPartimos em dois grupos com GPS de forma a evitar novo desencontro dos veículos.

A Costa Amalfitana é um trecho de 60 km do litoral da Campânia, entre Sorrento e Salerno, servido por uma estrada costeira que é uma passarela estreitíssima, esculpida, em boa parte, no precipício. Ao longo da estrada, entre uma vista vertiginosa e outra, encontram-se cidades históricas como Amalfi (à beira do mar Tirreno) e Ravello (no alto da montanha), além de um lindo vilarejo que escorrega pela encosta até a praia: Positano.

Santo Stefano di Sessanio, Itália

altPartimos cedo, pois teríamos 400 km a rodar neste dia. Optamos por sair por Ravello e não havia escolha melhor a ser feita. Ravello tem 8 km de subida com curvas alucinantes, com paisagens de vários presépios montados em buracos na rocha, e pequenas vilas encravadas nas montanhas, tendo ao lado esquerdo montanhas e ao lado direito a imensidão do Mar Tirreno (Mediterrâneo), foi como se estivéssemos num paraíso de curvas. Rodamos aproximadamente meia hora e encontramos um mirante onde cada um estava mais feliz que o outro. Ali iniciava-se a descida e tiramos diversas fotos, com Pompéia lá embaixo e as curvas que margeavam a montanha, onde passaríamos logo depois.

Veneza, Itália

Viagem de moto Europa 038Acordamos mais cedo eu, Elcione, Jorge e Joemir e resolvemos fazer um tour pelo território enquanto aguardávamos o outro grupo que pernoitara no local do acidente.

Chamado de Abruzzo é formado por montanhas e colinas e é o mais importante setor dos Appennini, vejam em http://www.byabruzzo.com.br/turismo.html. O maciço do Gran Sasso sobressai um cenário dolomitico com picos cheios de agulhas, cristas e ladeiras verticais que incluem o Corno Grande que com seus 2.914m de altitude é o cume da região e abriga o Calderone, que é a geleira mais meridional da Europa.

Florença, Itália

altDia seguinte, estávamos em Florença. ficamos hospedados no hotel A C FIRENZE e, mais uma vez, fomos recepcionados por brasileiros. Trabalhavam no hotel a carioca Gisele e o paulista Santana, já radicados há alguns anos na Itália.

Florença (em italiano Firenze), é a capital da região da Toscana. Foi durante muito tempo considerada a capital da moda e é considerada o berço do Renascimento italiano e uma das mais belas cidades do mundo. Tornou-se célebre por ser a cidade natal de Dante Aligheri, autor de “Divina Comédia”, onde descreve a cidade em muitas passagens assim como alguns de seus contemporâneos florentinos, personagens da obra. Ali, o Humanismo fundou a vastidão do seu panorama de sapiência, Leonardo da Vinci fez sede de sua arte, Sandro Boticelli traduziu o espírito do local e Michelangelo consumou o significado do Renascimento.

Roma, Itália

altRoma era nosso novo caminho. Entregaríamos as motos e teríamos mais um dia livre para conhecer um pouco mais essa histórica capital. Deixamos as motos na CIMT e levamos as malas para o Hotel (ficaram guardadas na empresa de locação das motos durante a viagem). No almoço, reconheci no restaurante do hotel o Xará, antigo companheiro de peladas, que estava com Heloísa (sua esposa), Luiz Porto (cunhado) e sua esposa. Ele recomendou que a noite não deixássemos de conhecer o Trastevere.

Madri, Espanha

Viagem de moto Europa 086Partimos em vôo de Roma pela Easyjet e chegamos no hotel em Madri após às 15 horas.

Madri ou Madrid (português) é a capital e maior cidade da Espanha. É uma cidade extremamente bem cuidada e foi edificada junto às margens do rio Manzanares, no centro do país. Devido à sua localização geográfica e histórica, é juntamente com Lisboa o centro financeiro e político da Península Ibérica.