Viagem de Moto Viagem de Moto Inspirando viajantes

Expedição Cuiabana ao Chile

P9170662Cuiabá-MT x Bonito-MS - Km 1.000

Marcamos para sair as 05:00 hs da manhã, a Luciana e o Cezar, a Emanuelle e eu. Fiquei esperando em casa mas eles não chegavam. Às 05:20 hs eu liguei e estavam dormindo, perdeu o horário...rsrsrs...

A Fatinha e o Cloves não agüentaram a anciedade e saíram dia 15, pois não queriam fazer 1.000 Km no mesmo dia.

P9180679Bonito,MS - Ponta Porã,MS - Km 280 – Total 1.280 Km

Acordamos às 8 horas e antes de pegar a estrada passamos no Balneário Municipal, local muito bonito e organizado onde se pode passar o dia mergulhando com os peixes com águas transparentes.

Depois de rodar 220 km, muito calor, minha moto cortou o motor. Pelo que parece, por aquecimento, mas pegava novamente e só acontecia isto em cidade quando a moto aquecia mais. Na estrada estava tudo bem.

P9180689Ponta Porã, MS - Assuncion, PY Km 450 – Total 1.930 Km

Saímos às 8 horas para Assuncion. A estrada é muito boa e bem sinalizada. Não aceitam dolar, real e cartão na maioria dos lugares, então é melhor cambiar uns guaranis ao entrar no país.

Somente uma barreira policial nos parou e pediu a carta verde e para o Cezar pediram a autorização da financeira por sua moto ser leasing. Ele apresentou e disseram que faltava o carimbo do Mercosul. Nunca vi isso, mas nada que R$ 20,00 não revolvam...rsrsrs...

P9190714Assuncion,PY - Formosa,AR - Km 160 - Total 1.890 Km

Fomos cedo para a concesionária da BMW para passar o aparelho na minha moto. Não acharam nada, a agência é nova e o atendimento é péssimo. Depois fomos comprar pneus. Fizemos uma romaria, pois só encontramos pneus traseiros. Uma dica: trocar pneus só nas fronteiras, pois Assuncion não tem moto grande, só as chinesinhas.

A Luciana e o Cezar tiveram que voltar pra Cuiabá por motivo de trabalho e também pra devolver o controle da TV que o Cloves trouxe no bolso do Hotel em Ponta Porã. Rsrsrs...

Formosa,AR - Paraná,AR Km 730 - Total 2.460 Km

Na saída da cidade perdi o Cloves, pois parei para abastecer e ele não me viu. Parei no primeiro posto policial para perguntar se ele havia passado e como não havia, fiquei esperando. Logo depois ele apareceu.

A manhã estava fria, uns 12 graus e a estrada é muito boa.

No almoço fomos experimentar o tal do xuriço argentino (lingüiça!!! grande m...)

Página 1 de 4

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.