PARTICIPANTES

Fernando e Ruy
Ruy Barbosa e Fernando Duarte. Ambos com 63 anos, aposentados.

AS MOTOS

Usaremos nossas Harley-Davidson Fatboy e Road King, preparadas com todos acessórios necessários para grandes viagens. São motos potentes e apropriadas para essa empreitada, devido à sua robustez mecânica. Representam também um ícone das estradas. Essa legendária marca remete a aventureiros e exploradores, provocando a imaginação de quem as vê passar.

PARTIDA

Sairemos de Belo Horizonte – MG no dia 27 de abril de 2013 a partir da loja Harley-Davidson BH. Essa data é limitada, pois tem uma "janela de clima" que tem que ser respeitada para alcançarmos o Alaska. Fora desse período, fica quase impossível realizar esta viagem de moto, por causa da grande quantidade de gelo que se acumula nas estradas.

OBJETIVO

Somos dois amigos apaixonados por Harley-Davidson e viagens sobre duas rodas.

Na America do Sul o Ruy já fez uma viagem até o Ushuaia e o Fernando participou de vários encontros Harley em Punta Del Este e Assunção. Agora vamos conhecer o lugar mais distante das três Américas: rodaremos de moto até o Alaska.

EQUIPAMENTOS

Câmera fotográfica digital, Filmadora DVD; Câmera de Vídeo on board (GoPro); Netbook; GPS; Spot (localizador da nossa posição em tempo real. Acessível a todos que quiserem nos acompanhar.); telefonia: celular em roaming e Skype internacional. Um netbook e um HD externo de 500GB serão responsáveis por toda a armazenagem de dados, fotos, filmagens e comunicação com as redes sociais.

ROTEIRO:

Mapa 10.05.39

IDA:

  • Belo Horizonte-MG
  • Itumbiara-GO
  • Rondonópolis-MT
  • Cuiabá-MT
  • Porto Velho-RO
  • Rio Branco-AC
  • Assis Brasil-AC
  • Urcos/ Abancay/ Pichihua/ Tintay/ Chalihuanca/ Perú
  • Cuzco-Perú
  • Nasca-Perú
  • Lima-Perú
  • Quito-Equador
  • Ipiális-Colombia
  • Bogotá-Colombia
  • Cidade do Panamá-Panamá
  • Costa Rica
  • Nicarágua
  • Honduras
  • El Salvador
  • Guatemala
  • Belize
  • México
  • EUA
  • Canadá
  • Alaska (EUA)

DURAÇÃO

Usaremos de três a quatro meses para concluir essa viagem que vai atravessar 14 países e 4 estados brasileiros. Previmos percorrer 50.000 km aproximadamente.

CUSTO DA EXPEDIÇÃO

Moto (cada): R$ 23.600,00
Gasolina (6.000 litros) = R$ 16.000,00
Pneus (dois dianteiros e quatro traseiros) = R$ 5.100,00
Pastilhas de freio (três traseiras e duas dianteiras) = R$ 900,00
Óleo de motor (sete trocas) mais filtro de óleo = R$ 1.300,00
Filtro de ar (dois) = R$ 300,00

Pessoal (cada): R$ 26.000,00
Hospedagens: R$ 12.000,00
Refeições/Água: R$ 14.000,00
Outros: R$ 4.000,00

Taxas de aduana: R$ 4.000,00

Total Geral: R$ 53.600,00

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Relato de Viagem de Moto

Comentários (39)

  1. ANTONIO CARLOS PEREIRA DE SOUSA

Estou começando a planejar minha viagem com a esposa para o Alaska saindo também de BH. Em função do alto custo acho que só daqui uns 5 anos conseguiremos. Mas a trip de vocês é muito bem relatada e vai ajudar muito no planejamento. Quem sabe um dia ainda não nos encontramos por aqui para trocarmos umas ideias?!?! Já conheço Ushuaia, Atacama, Machu Picchu. Nossos roteiros irão diferenciar um pouco. Grande abraço e parabéns!

  1. Fernando Duarte    ANTONIO CARLOS PEREIRA DE SOUSA

Olá Antônio Carlos!
Sensacional esse seu plano de ir até o Alasca com a esposa! É a viagem da vida de vcs. Imperdível. Cada paisagem, cada visual de tirar o fôlego.
Já lancei o meu livro "11 Segundos até o Alasca" só que não está nas livrarias. Tem que encomendar diretamente comigo.
Caso tenha interesse por favor me avisar.
Agora, para um planejamento perfeito vc tem que adquirir o livro do Rômulo "A Caminho do Atacama". Imprescindível para uma viagem segura.
Abs
Fernando

  1. Vinicius G. D. Menezes    Fernando Duarte

Fernando, comprei seu livro no último dia bienal do livro daqui do RJ e terminei de ler no último fim de semana (19/11/17). Desde o primeiro dia de leitura nada mais faço que pensar na viagem que sonho para Machu-Pichu. O meu "grande" problema é que a minha intenção é ir na minha magrelinha (Titan 150) no fim do ano que vem (para pegar a primavera).

Gostaria de agradecer pela inspiração, pela disciplina em compilar o extraordinário "diário de bordo" e por enriquecer de detalhes que eu sequer cogitava que existissem (ex.: o problema de fluidos que você teve nos freios ao chegar à Bolívia/Peru). Quando eu for a BH podemos nos encontrar para eu pedir seu autógrafo? rs.

Fui muito bem surpreendido pois o livro não era nada disso! A narrativa "ao vivo" dos problemas "extras" viagem, dos detalhes que fizeram a sua vida culminar nessa aventura e o quanto um caminho árduo te fez crescer. Vou seguir o seu conselho e lerei o livro do Rômulo.

Um abraço do futuro bi-polar: Vinicius Menezes

  1. Fernando Duarte    Vinicius G. D. Menezes

Olá Vinicius! Fico feliz que o livro tenha te inspirado. Quanto à sua magrelinha não vejo muito problema pois tem relatos de brasileiros chegando ao Alaska de CG! (Tá aqui neste site).
Quando vc comprou o livro na Bienal eu não estava no estande, certo? Foi pena, mas será uma honra fazer uma dedicatória pra vc no livro, ok?
Agora estou no Rio mas volto pra BH amanhã... Mas natal passo aqui no Rio. Pode me ligar (31)99848-1947.
Forte abraço de luz e fé!
Fernando

  1. FERNANDO

Boa tarde amigo,
fiquei impressionado com a viagem, pretendo faze la tb com minha fat boy, como consigo maiores detalhes seus sobre sua viagem. Fico no aguardo. Parabéns. Abc

  1. Fernando Duarte    FERNANDO

Olá caro amigo!
Que bacana vc fazer essa viagem ao Alaska! Algumas considerações:
• Fiz essa viagem quase sem dinheiro. Dei o tiro e corri com alvo. Gastei uns R$50.000,00, no barato. Vendi meu carro, peguei uma grana emprestada, mas lembre-se: dinheiro vai, dinheiro vem e o que sobra é sua história. Essa ninguém te tira. Hoje não devo nada e estou de carro novamente. Não tive nenhuma ajuda ou patrocínio. Nem sequer uma lavagem na Harley, nada...
• Entendo que vc quer fazer essa viagem de moto, certo? Bigtrail é perfeita pra essa viagem. Harley não.
• Vc vai precisar de vistos dos EUA (o visto dos EUA é aceito no México – pelo menos qdo eu fui... bom checar, ok?) e Canadá, e é claro passaporte com validade confortável (verificar prazos).
• Importante são as vacinas. Vc pode ver na Secretaria de Saúde da sua cidade.
• Providenciar a PID (Permissão Internacional de Dirigir) no Detran da sua cidade. É descomplicado e numa eventualidade de acidente (isola!) vc tem direito a um tradutor juramentado.
• É importante um SPOT que é um localizador que mantém vc acompanhado por varias pessoas aqui. É segurança. Além de GPS com mapas atualizados. Bom levar uns mapas em papel. Ajuda muito.
• O cartão mais aceito é o Visa (atenção: tem imposto de 6% da Dilma...). É bom levar outros inclusive o “Pre-Paid” (Pré-Pago). Importante levar cash, mas por outro lado corre mais perigo...
• Para sair do Brasil vc tem 2 opções: descer para Argentina ( muitos fazem isso) ou subir via Goiás, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Acre (fronteira Assis Brasil x Inhapari no Peru). Foi o que fizemos. A BR 364 é toda esburacada – cuidado com os caminhões desviando. No Peru as estradas são perfeitas (construídas pelo PT com nosso dinheiro). Cuidado com o “sorote” que é o mal das alturas. Subir os Andes devagar e parando várias vezes para adaptação. Não é brinquedo.
• No Peru, não deixar de ver Machu Picchu, Ica (Laguna de Huacachina imperdível. Fazer passeio de bugue V8 nas dunas), ver as linhas de

  1. Fernando Duarte    Fernando Duarte

• No Peru, não deixar de ver Machu Picchu, Ica (Laguna de Huacachina imperdível. Fazer passeio de bugue V8 nas dunas), ver as linhas de Nasca (de aviãozinho). Cruzar Equador e, na Colômbia ver se transporte por ferry boat (novidade) está funcionando. Qdo fui só tinha opção por avião ou barquinho. Não arrisquei e fui de avião U$1.000 cada moto.
• Vc não vai conseguir planejar com antecedência onde vai pernoitar. As informações são mais claras e precisas na medida que vc se aproxima das cidades e busca informações na hora.
• Na América Central e do Sul cuidado com os TUK-TUK. São malucos e não respeitam nada.
• Entre no site “viagemdemoto.com”, em “AMERICAS” tem toda minha viagem (mapas tb) em “EXPEDIÇÃO BH-ALASKA”. Converse com o Rômulo, criador do site, que é um cara especial e vai fazer questão de te dar todo o apoio. Como resolvemos conhecer Belize, o roteiro foi um pouco diferente do que normalmente outros fazem.
• Em Bogotá temos amigos que darão todo apoio para vc. O Paulo Giorgiani (depois passo contato) é brasileiro e faz parte de um motoclube que tem até oficina mecânica. Programe uma revisão lá. É baratíssimo e confiável. Subindo e descendo parte da cordilheira antes de Bogotá, extremo cuidado com caminhões que deixam vazar óleo na pista criminosamente!
• Entrar no México tem que ter cuidado. Entramos por Reynosa / McAllen mas não foi aconselhável. Se não me engano o melhor é via Nogales. Checar.
• Quanto a quilometragem por dia isso pode variar muito. Nos EUA fazia 1.000 a 1.100 km/dia, mas no Peru ninguém te diz distancia em km e sim em tempo/ horas.
• Dependendo da autonomia da sua moto levar um galão de gasolina extra.
• Dependendo da época que vc vai (lembrar que tem uma “ janela climática” para chegar no Alaska. Se chegar antes ainda está com neve. Se chegar depois começa a nevar e vc só vai sair de lá 6 meses depois...). Chegamos no alto verão 31 de julho. Na américa do sul anoitece mais cedo (jamais viajar à noite) e lá pra cima no verão não tem

  1. Fernando Duarte    Fernando Duarte

• Dependendo da época que vc vai (lembrar que tem uma “ janela climática” para chegar no Alaska. Se chegar antes ainda está com neve. Se chegar depois começa a nevar e vc só vai sair de lá 6 meses depois...). Chegamos no alto verão 31 de julho. Na américa do sul anoitece mais cedo (jamais viajar à noite) e lá pra cima no verão não tem noite. São 24h de claridade.
• As fronteiras do Canadá e EUA são super descomplicadas. No México vc tem que deixar um depósito cujo valor depende do ano da sua moto mas paguei USD500 +-. Devolvem na fronteira seguinte e na volta é a mesma coisa... As fronteiras dos países da América Central e do Sul são complicadas e burocráticas. Tem uns garotos que ajudam por uns trocados. Fizemos sem pagar nada mas às vezes vc quebra o gelo com pouco dinheiro... Além disso faça amizades porque na volta vc vai ver que é interessante ver que as pessoas te reconhecem e fica um clima bacana.
• Leve adesivos de um moto clube ou faça da sua. Todos adoram, inclusive os policiais. Leve cartão de visita dizendo que vc é repórter. Funciona.
• Faça vacina anti-furo no pneus. Leve ferramentas básicas. Roupas de leves à pesadas. Vc vai passar de frio congelante a calor escaldante. Mas racionalize sua bagagem (no site que falei acima tem super dicas. Hoje eu levaria só 3 camisetas, 3 cuecas e 2 calças jeans e alguma roupa mais formal para eventualidade. Lavar a roupa na noite anterior e secar na moto andando é uma boa solução.
Acho que é só (por enquanto... rsrsrs)
Forte abraço!
Fernando

  1. Rafael Valle

ola amigos, espero que estejam bem tirem me uma duvida para fazer o percurso nas americas precisa de visto por onde passa:?

  1. Fernando Duarte    Rafael Valle

Olá Rafael! Vc vai precisar de vistos para EUA e Canadá. Com esses vistos vc transita por todos os paises inclusive México. O resto é só paciência e bom humar pra passar todas as fronteiras... Boa viagem!

  1. Aloncio Careli

Conheci Fernando em um restaurante em Extrema-MG, no dia 06/07/2013. Foi uma aventura a conversa com ele. Tive saudades do tempo que andava de moto.
Abraços.

  1. Fernando Duarte    Aloncio Careli

Obrigado pelas palavras Aloncio!
Mas continue na viagem porque vem mais coisa por aí...

  1. Ricardo Pombo

Parabéns aos dois. Quero eu chegar aos 63 e realizar uma viagem dessa. Como faço para acompanhar online através de spot?

  1. Fernando Duarte    Ricardo Pombo

Olá Ricardo!
Quanto falta pra vc chegar aos 63?... Rsrsrs...
Pô cara, vou ficar devendo o lance do Spot...
Sorry... É que aqui estamos quase sem recursos só com um telefone celular...
Abs!

  1. carlos rosa    Fernando Duarte

Olá Fernando
como vocês vão trazer as motos do alaska prá BH???

  1. Fernando Duarte    carlos rosa

Olá Carlos!
Estamos levando no braco mesmo. Ate agora são 39 mil km e só faltam uns 15...
Abs

  1. Gustavo Ribas    Fernando Duarte

Boa noite, me explique por favor em detalhe, e com os valores, para transportar a moto de volta para Brasil , muito obrigado

  1. Fernando Duarte    Gustavo Ribas

Boa tarde Buzios Explorer,
Na realidade voltei do Alaska pilotando a moto e, em vez de voltar pro Brasil desci até Ushuaia (sozinho).
O único transporte que tive que fazer foi aéreo entre Bogotá e Panamá porque não há estradas entre esses dois países. Custou USD1.000 cada moto.
No momento creio que estão transportando via balsa de porte maior. Sugiro pesquisar inclusive os meses que ela funciona.
Abs
Fernando

  1. Gustavo Ribas    Fernando Duarte

Fernando, boa noite, então não entendi direito, vocês mandaram as motos daqui do Brasil para o Alaska para voltar andando ? é isso ?? se é assim por que empresa vocês enviaram ??

  1. Fernando Duarte    Gustavo Ribas

Boa noite Buzios Explorer!
Saí de moto da garagem de casa em BH e pilotei todos os dias até o Alaska e voltei pilotando até Ushuaia e depois idem pilotando até a garagem de cada em BH.
Ou seja: BH / norte do Alaska ( Prudhoe Bay) / Ushuaia / BH em 6 meses com 60.000km com o "rabo" em cima da moto...
Abs!
PS : em breve lançarei o livro sobre a minha aventura

  1. Fernando

Legal a viagem Mas dizer que uma Harley é a moto ideal p/ esse tipo de empreitada é um pouco de exagero, colocaria ela como uma das menos indicada na verdade
De qualquer forma, boa viagem, aproveitem e curtam a estrada.

  1. Fernando Duarte    Fernando

É xará... Harley está looonge de ser a moto ideal para está viagem. Só nos EUA ela se sente em cada mas até lá é sufoco puro.
Abs
Fernando

  1. César

E ai turma, onde é que vc's estão? Pelo roteiro, vejo que passaram por Cuiabá, pena que eu fiquei sabendo atrasado dessa aventura, para ver de perto essa dupla de corajosos.
Fico com inveja mas ainda não consegui a minha carta de alforria(Minha mulher não deixa), mas parabéns e estou torcendo muito. Vão e voltem com Deus.
César - Cuiabá

  1. Walter Silva

sem duvida essa viagem tem que ter muito amor ,coragem e grana parabéns

  1. Danilo França

olá pessoal. desejo sorte aos dois. sou de Ariquemes-RO (passaram por aqui), planejo uma viagem ao Perú, onde eu ja achava longe...agora vendo vcs me enchi de coragem. se puderem mandar qualquer coisa do trecho Porto Velho - Lima agradeço. Sorte aos dois!!

  1. Fernando Duarte    Danilo França

Olá Danilo! Obrigado pelas palavras! Desculpe-nos pela demora mas aqui a vida é muito corrida... Rsrs...Ainda estamos em Ica (vale a pena! Mas cuidado para não ficar na cidade que é horrível. Procure laguna de Hauchina que é turística e muito bacana). Veja nos diários seguintes nossa rota e comentários.
Abs. Fernando e Ruy

  1. Euler DArlan

Boa viagem companheiro ! Que deus ilumine seus caminhos e continue dando asas aos seus sonhos.
Euler Darlan

  1. CLAUDIO HENRIQUE DE ALMEIDA SO

Dr. Rui, tenha uma ótima viagem e aproveite bastante. Estaremos torcendo por vcs.
Grande abraço,
Cláudio Henrique
Serra da Moeda

  1. Laranja

Cinquenta mil quilômetros de histórias pra contar!!!!
Boa viagem meninos!!!

  1. fabio

Ruy e o Fabim da Blacktrunks Serra da Moeda. Grande abraço!

  1. Paulo Debellis

E ai Ruy, grande aventureiro boa sorte e faca nos dentes nesta viagem.....
Abcs. Paulo Debellis

  1. Ruy    Paulo Debellis

Paulo Debelis - voador de parapente
Obrigado pelo incentivo. Como você vê só mudei o tipo de aventuras.
Um grande abraço para os amigos da Serra da Moeda
Ruy

  1. evelyn

Que Deus abençoe e ilumine vcs. Vibrações positivas !!!!!!!
Vou acompanhar cada momento dessa aventura e me emocionar com cada conquista. Beijos no coração

  1. Fernando Duarte    evelyn

Oi prima! Acho que pulei essa sua mensagem... Mas fica o beijo de obrigado pelas palavras de incentivo! Continue nos acompanhando que tem muitas histórias legais ainda,
Bjk

  1. Fernando Duarte    evelyn

Oi prima! Bacana vc acompanhar nossa aventura!
Precisamos muito das suas vibrações (sempre) positivas!
Bj tb!

  1. Marcelo Garcia

Primeiro parabens pela coragem ,uma otima viagem pra voces,que ela traga boas lembrancas,muitas historias e que consigam chegar no objetivo da melhor maneira possível.
Boa sorte e que Deus ilumine essa Aventura.
Em especial ao Ruy , um forte abraco,que voce encontre nesse passeio ,pessoas ,estradas e lugares,acolhedores;como foi pra mim naquele encontro no milhao a algum tempo traz.
Vibracoes positivas ,um forte abraco e ate breve

  1. RENILSON

Amigos, tenham uma excelente viagem com muita saúde e bom humor.Acompanho vocês em minhas orações.
Abraços.
Prof. Renilson - Itabirito-MG

  1. Divino Ramos

Encontrei esses dois jovens no Posto do Trevo, domingo, de manhã, em Rio Verde, Goiás, onde moro. Aproximei por causa das motos. Falei rapidamente com o Ruy. Ele me contou da viagem e disse a ele que também sou apaixonado por Motos e por Harley Davidson. Quero dizer a eles que fiquei com inveja e, estou agora, desejando ótima viagem e, pedir que se puderem, mandem para mim, algumas fotos da viagem. Grande Abraço...

  1. Fernando Duarte    Divino Ramos

Olá Divino! Pedimos desculpas pela demora mas nossas vidas tem sido muito corridas ultimamente..
rs rs... Obrigado pelas palavras de incentivo. Precisamos muito, sim.
Colocamos mais fotos e diários novos. Continue nos acompanhando!
Abs Haleyros!

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.