Viagem de Moto Viagem de Moto Inspirando viajantes

Um velhote rodando de moto pela Europa

 Yamaha XVS 1300
Um sonho prestes a realizar: a Brigitte me aguarda em Paris !

Acabo de embarcar no “Splendour of the Seas” com destino a Barcelona, em busca da realização de um sonho: viajar de moto pela Europa.

Alimento este sonho há quatro anos, mas sempre esbarrando no item motocicleta. Afinal o aluguel estava fora de cogitações em função do alto custo. A alternativa mais viável seria a compra de uma moto usada e, com algum deságio, sua venda ao final da viagem.

A grande dificuldade era a burocracia para a compra e a venda da moto. Se nos Estados Unidos tenho facilidades para utilizar esta alternativa, na Europa não sabia nem como iniciar as negociações.

Durante dois anos pedi a vários conhecidos com parentes na Europa que, se possível, conseguissem o e-mail de algum vendedor de uma concessionária de motos que me auxiliasse na negociação. Nunca recebi retorno até que num jantar de família, o noivo de minha prima, francês e voltando a Paris na semana seguinte, quando soube de minhas viagens pelos Estados Unidos perguntou-me por que não fazer uma viagem pela Europa. Era a segunda vez que via o Didier (seu nome) e falei-lhe de meus planos e da razão de não conseguir realizá-los. Imediatamente ele falou-me que iria contactar um amigo em Paris quando voltasse. Duas semanas depois recebo um e-mail do Didier dizendo que seu amigo pediu que eu lhe escrevesse pois conseguiria me ajudar na compra e venda da moto. Escrevi imediatamente para ele, resumindo meu objetivo e falando um pouco de minhas viagens, aproveitando para dar o endereço de meu blog. Uma semana depois recebo a resposta onde fui informado que a compra e venda da moto seria coisa simples de conseguir, mas que ele, após navegar pelo meu blog, em nome da Yamaha Motor France estava me convidando para ser um “Embaixador da Yamaha Motor France” durante a minha viagem. Para isso eles colocariam à minha disposição uma Yamaha XVS 1300 Tour Classic, devidamente revisada e segurada. Em troca eu compartilharia com eles toda a mídia gerada durante a viagem. Céus, eu jamais pensei em ser patrocinado, ainda mais fora de meu país ! O coração disparou e foi difícil manter a discrição até que as negociações estivessem formalizadas.

Meus amigos, é um sonho estar a caminho de uma aventura desse naipe, e patrocinado pela YAMAHA MOTOR FRANCE. Claro que foi uma felicidade enorme ter conhecido o Didier e o amigo dele ser diretor da Yamaha da França, mas devo reconhecer, foi um golpe de sorte ter colocado o link de meu blog onde, modéstia à parte, consegui postar fotos e textos bastante razoáveis que mostraram o potencial de uma viagem como essa.

Agora é conversar com o pessoal de Marketing, receber a moto, assinar a documentação necessária e colocar a proa da Brigitte (nome da moto) voltada para o horizonte, onde tudo acontece, e acelerar impiedosamente dando chances ao destino.

Au revoir mon amies !

Comentários (6)

  1. Gato Cansado

Prezado João Elias de Arruda,

Perdoe a demora mas estou ainda tentando colocar a vida em ordem depois da última viagem e já tentando preparar uma próxima. Austrália ? Nunca tinha pensado mas a idéia é muito boa, a dificuldade é conseguir o patrocínio da BMW. Bastaria emprestar a moto, rssss.
Grande abraço e muito obrigado por acompanhar-nos

  1. João Elias de Arruda

Muito bom dia, viageiro. Sou seu fã, acompanho suas postagens e aventuras aqui relatadas.
Já pensou em realizar uma "volta" pela Austrália, pela maior estrada do mundo?
Será que a BMW não patrocinaria uma aventura destas?
Grande abraço.

  1. Helio Rodrigues Silva

Pô Andre. assim você mata o velho. Obrigado parceiro mas vamos continuar juntos nessa parada.....como sempre.
Abração.

  1. André Augusto Ramon

Faaaaalaaaa camarada...

Eu andava com saudades de ler uns bons relatos de viagem na net, pegar umas caronas virtuais... Eis que, fuçando no site, acho vc em uma nova, e agora, patrocinada aventura!!!
Muito bom... pode ter certeza, acompanharei cada relato postado, com o costumeiro carinho e admiração...
Cara, não existe essa de acaso... Deus providencia os encontros certos entre as pessoas certas... E vc é o cara certo pra mostrar ai pros europeus como se deve cultivar direito o espírito de liberdade e companheirismo dos motociclistas...
Um dia, quando eu crescer, quero ser igual a vc!!! rsrsrsrsrsrs
Grande e fraternal abraço, fique com Deus, e tudo de bom pra vc ai na "velha senhora!!!!"
Tâmo junto!!!!!

  1. Dinho Sprenger

Se os 15 melhores trajetos/USA já foi excelente, imagino os 150 ou melhor 1500 da Europa, já rodei um pouco por lá, sempre de carro, mais França e Itália. Nesta última ainda não conheço a Sicilia e estava dando uma olhada numa estrada chamada A20 que liga Palermo a Messina e após sonhar um pouco vejo a noticia de sua viagem no site do Romulo, fiquei muito contente e na expectativa de grandes relatos. Desejo rápida adaptação com a Brigite (nome não poderia ser melhor) e Forte Abraço.

  1. Helio Rodrigues Silva    Dinho Sprenger

Grande Dinho Sprenger,

Vontade de fazer os 150 ou 1.500 não falta o problema é que a realidade nos impõe limites (tempo e $$) mas o importante é curtir intensamente cada um dos trajetos que vier a fazer. Tenho um roteiro básico, montado com dicas de amigos como você e com ajuda do Rômulo Provetti. Obrigado pelas palavras e um grande abraço.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.