Primeiro dia de moto na Estrada Real. Partimos de Diamantina às 08h45min com destino a Milho Verde. A estrada é muito acidentada e com muito cascalho solto, perigosa. Qualquer freada brusca e a moto pode derrapar, por isso, seguimos em velocidade moderada.

Encontramos neste trecho riachos de águas claras, tropeiros e seus burros carregados com lenha, perdizes correndo pelas pedras.

Chegamos a Milho Verde, um povoado famoso pela tranqüilidade do lugar e do seu povo receptivo. Parece que o tempo parou. Entramos numa venda e tomamos café, conversamos, visitamos a igrejinha que faz parte de uma paisagem maravilhosa.

Viagem de moto pela Estrada Real - Brasil

Um quilômetro depois de Milho Verde, visitamos a Cachoeira do Carijó. Passamos alguns minutos apreciando as quedas d'água e depois seguimos viagem rumo ao Serro. Nossa chegada naquela cidade foi na hora de almoçar, então procuramos um bom restaurante no centro da cidade e experimentamos uma deliciosa comidinha mineira.

Seguimos para Conceição do Mato Dentro. A saída de Serro é fácil, a estrada é de terra batida e muito cascalho solto, também muita poeira, em alguns trechos formam-se umas poças de poeira. Em uma dessas o Daniel sofreu uma queda, quebrando o retrovisor da moto, mas ele saiu ileso, sem nenhum arranhão, só susto.

Chegamos a Conceição do Mato Dentro, visitamos duas Igrejas e um balneário, ou seja, uma barragem onde fica uma bica d'água, muito boa para banhar.

Viagem de moto pela Estrada Real - Brasil

Em Conceição do Mato Dentro fica a famosa cachoeira do Tabuleiro, a 23 km do centro da cidade, fora da nossa rota programada. Por isso, deixamos para uma outra oportunidade. À tarde chegamos a Morro do Pilar, uma cidadezinha muito atraente, limpa, povo hospitaleiro, paramos no centro e encontramos o mecânico "Moranguinho" uma simpatia. Conversamos um pouco e resolvemos seguir para Itambé do Mato Dentro, onde pretendíamos encerrar nossa viagem desse dia.

Neste trecho apreciamos belas paisagens ao entardecer. Em um determinado percurso, havia chovido, a Falcon não se comportou bem, em situação de chuva em estrada de terra é bastante prejudicada.

Chegamos ao nosso destino anoitecendo. Hospedamos no Hotel Estrela e, depois de um banho, fizemos o planejamento do dia seguinte, que era chegar a Ouro Preto. Em seguida, jantamos um franguinho caprichado.

Comentários (4)

This comment was minimized by the moderator on the site

Ótimas dicas...

Tenho dúvida só em relação ao tempo de viagem, pois temos pouco tempo e gostaria de saber se os dias de viagem que levaram foi opcional, ou se pela condições da Estrada não dá mesmo para fazer em menos dias.

Obrigada

This comment was minimized by the moderator on the site

Oi Sabrina.
O tempo da viagem foi programado para esse período mesmo, andamos poucos km por dia, paramos bastante, aproveitamos praticamente um dia nas cachoeiras de Carancas, enfim, penso que vai depender da sua programação e do seu propósito, de qualquer modo será uma experiência ímpar.
Boa viagem.
Adeildo

This comment was minimized by the moderator on the site

Bom o relato ! Pensando em fazer também...

This comment was minimized by the moderator on the site

Boaretto, recomendo que faça esse caminho.
Tenho certeza que será mais uma grande experiência para você.
Abraços. Adeildo

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização