Colors: Pink Color

Quem viaja de moto para países sul americanos e precisa atravessar a Cordilheira dos Andes, deve estar ciente de um problema pelo qual todos passam, o mal da altitude. O mal da altitude nada mais é que a dificuldade do organismo em absorver oxigênio para suprir as necessidades a que estamos impondo, o que acaba por causar uma série de efeitos. Em alguns casos, perigosos. Afinal, a altitude é um perigo?

Grande Moçada,

Abaixo e-mail que enviei para um companheiro que me escreveu solicitando algumas dicas para sua primeira viagem de moto. Pedi autorização para postar aqui no site, quem sabe possa ser útil a alguém? Além de autorizar pediu-me que colocasse seu nome e e-mail à disposição de todos. Como se vê, um verdadeiro motociclista.

Ao planejar uma viagem de moto mais longa sempre nos deparamos com um problema: abastecimento. Em média, uma moto de maior cilindrada, tem autonomia entre 250 a 280 km, salvo raras exceções, causando um certo desconforto e preocupação aos viajantes, afinal de contas, quem gosta de ficar parado por falta de combustível? Combine este problema a variações de clima, por exemplo (chuva, calor ou frio), não vai ser nada confortável.

Veja no vídeo abaixo uma matéria do programa Auto Esporte da Rede Globo com três big trail presentes no mercado brasileiro, a Honda XL700V Transalp, a Suzuki V-Strom e a Kawasaki Versys, que estão sendo utilizadas por motociclistas de São Paulo para o seu deslocamento diário.

Viajar de moto é um prazer indiscutível que só os motociclistas são capazes de entender. Quando se tem essa sensação de que o mundo é pequeno demais para você e a sua moto, nós motociclistas, acabamos perdendo o sentido de distância, e cada vez mais aumentamos a distância do nosso trajeto sem perceber o quão longe de casa estamos.

Um vídeo com uma reportagem interessante sobre as lesões que o motociclista está sujeito se a postura ao pilotar não for adequada, quais os cuidados que devem ser tomados e a melhor posição para pilotar uma moto custom. Para quem faz viagens longas com moto, independente do modelo, deve observar os conselhos do médico que é entrevistado nessa reportagem.

Com base em informações coletadas com alguns pilotos e garupas, relacionamos alguns itens que na opinião de muitos são essenciais para uma viagem de sucesso, tanto para o piloto como para o garupa. A intenção é tornar sua viagem confortável e prazeirosa.

  • Antes de viajar calibre adequadamente os pneus de sua motocicleta. Na utilização urbana, faça o mesmo no mínimo semanalmente.
  • Verifique se a quilometragem da troca do óleo não vai "passar" durante a viagem. Se for o caso troque o óleo antes de pegar a estrada. No caso de a viajem ter uma distância a ser percorrida maior que a quilometragem programada de substituição do óleo se programe para efetuar tal troca durante a viagem.

Você está numa super viagem de moto, sozinho ou com sua esposa na garupa, passa por uma paisagem maravilhosa e resolve parar para tirar "a" foto da viagem. Nem bem diminuiu a velocidade já vai pensando qual o melhor ângulo, qual ajuste vai usar na câmera e como a foto será admirada pelos amigos. Daí esquece de planejar a parada, não vê um ressalto, uma pedra, descuida do descanso e lá vai a moto para o chão.

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.