Entrar

Cuidados para viajar de moto pelo mundo

  • Categoria: Dicas
Dicas de segurança para viagem de moto

Para a maioria dos viajantes, o conforto de uma rápida viagem de avião é bastante atraente por causa da praticidade, mas há quem prefira outras alternativas que, apesar de mais demoradas, são ideais para aproveitar cada minuto e cada paisagem ao longo do caminho. Para essas pessoas, viajar de moto pode ser uma excelente ideia, pois sentir o vento no rosto e a luz do pôr-do-sol no horizonte pode trazer uma incrível sensação de liberdade.

Neste caso, mesmo parecendo uma opção fácil e até mesmo mais barata, antes de ir para a estrada você deve se certificar de tomar alguns cuidados. Abaixo, nós montamos uma lista com algumas providências que, se seguidas, irão garantir uma viagem de moto mais segura, tranquila e prazerosa.

A moto

Independente da moto que decidir comprar (ou se já possuir uma), é prudente que ela seja adequada ao propósito da viagem e também de fácil manutenção, o que pode economizar tanto tempo quanto dinheiro, pois caso haja algum problema durante a viagem, será muito mais fácil resolve-lo em lugares remotos ou com poucos recursos.

Manutenção

Uma manutenção ideal é aquela que é realizada de acordo com as recomendações do fabricante da motocicleta e que constam no manual do proprietário. Siga o calendário de manutenção da sua moto, tanto em relação à distância percorrida quanto ao tempo decorrido. Não inicie uma viagem sem que sejam verificados os itens básicos e necessários para garantir que a moto esteja nas condições ideais para realizar a sua jornada. Atenção especial deve ser dada ao nível do óleo do motor e aos demais fluídos da moto. Planeje as trocas de óleo durante a viagem para não ultrapassar a distância recomendada. Verifique diariamente o nível do óleo e complete sempre que necessário. Da mesma forma, verifique o estado e o desgaste das pastilhas de freio.

Pneus

Se os pneus já tiverem algum tempo de uso, avalie se o desgaste não é excessivo para a distância que irá percorrer. Antes de ir para a estrada, procure por deformações, cortes ou objetos estranhos encravados na banda de rodagem. O ideal é iniciar com pneus novos, porém, lembre-se que os “zero quilômetro” vêm com uma camada de proteção que é escorregadia e somente é removida depois de alguns quilômetros rodados. Durante a viagem, faça uma inspeção diário do estado dos pneus, para que não tenha surpresas desagradáveis na estrada.

Transmissão

Assim como pneus, o conjunto de transmissão merece atenção especial. A maioria das motos possui o velho sistema de transmissão por corrente, mas as melhores opções são o eixo cardã ou a correia dentada, que, se bem tratados, têm uma vida útil mais longa e exigem menos manutenção. Se sua moto contar com corrente de transmissão, lembre-se de mantê-la sempre lubrificada, principalmente se sua viagem incluir trechos em estradas de terra e você pegar na estrada. Inspecione o conjunto e lubrifique diariamente durante a viagem para garantir o bom funcionamento das peças.

Combustível

Tente manter o tanque o mais cheio possível durante a viagem. Pesquise os pontos de parada para abastecimento no percurso para não ter problemas com pane seca. Escolha bem os lugares de abastecimento e evite os que parecerem suspeitos. Para ler um artigo interessante sobre qual gasolina usar na sua moto, tecle aqui.

Bateria

Hoje em dia são raras as motocicletas que ainda usam baterias convencionais; as motos novas já saem de fábrica com baterias seladas, que não exigem manutenção. Mas é importante observar o estado geral dessa peça, quanto tempo ela tem de uso e se ainda está gerando carga suficiente. Se a bateria tem mais de um ano de vida, o ideal é fazer uma inspeção antes de iniciar a viagem em uma oficina especializada que possua equipamentos específicos que medem a carga da bateria e também verificam se existe fuga de corrente. Se durante a viagem a bateria descarregar, evite fazer a moto pegar no tranco, pois pode danificar alguns componentes da moto. Prefira a chamada "chupeta", conectando cabos especiais a uma bateria de outra moto que esteja em funcionamento, e procure uma oficina para identificar as causas do problema.

Equipamentos

Algumas pessoas esquecem que, apesar de parecer um detalhe pequeno, é extremamente importante usar os equipamentos certos e necessários para pilotar sua moto com segurança, conforto e adequadas para as temperaturas que irá enfrentar na estrada. Por exemplo, deve-se sempre usar capacete, o par certo de luvas e botas com solas resistentes e que oferecem proteção para os tornozelos, além de jaquetas e calças que sejam impermeáveis, ventiladas e confortáveis. Pode também ser uma ótima ideia adquirir uma almofada de gel para o banco da sua moto, principalmente em viagens muito longas, para que você não sinta dores por ficar sentado por muito tempo.

Bagagem

Leve apenas o que for realmente necessário na viagem. Os elásticos ou redes com ganchos são boas opções para afixar sua bagagem na parte traseira do banco, mas certifique-se de prender tudo muito bem, pois, se estiver frouxa, há riscos de cair em uma curva mais fechada. Vale ainda lembrar que uma moto, independente do modelo, é um veículo muito sensível às variações de carga, o que pode mudar o comportamento dinâmico em curva, frenagem ou mesmo nas retas, portanto, tente não levar bagagem muito pesada. Leia este artigo que trata do que levar na bagagem durante uma viagem de moto

No próximo texto daremos dicas dos melhores destinos para viajantes de moto. Ainda ficou em dúvida? Basta nos procurar no dubbi.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização