Logo

É permitido andar de moto no corredor?

É permitido andar de moto no corredor?

Nas grandes cidades brasileiras, como Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, é comum ver motociclistas circularem pelos corredores de trânsito, que são os espaços existentes entre as filas de carros. Tem muita gente que fala que isso é proibido e outras pessoas dizem que não. Afinal, é ou não permitido andar no corredor com uma moto?

Quando o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), foi aprovado pelo Congresso Nacional, havia nele o artigo 56, que proibia expressamente as motocicletas de circularem nos corredores, mas esse artigo foi vetado pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso.

A justificativa para o veto foi a seguinte:

Ao proibir o condutor de motocicletas e motonetas a passagem entre veículos de filas adjacentes, o dispositivo restringe sobre maneira a utilização desse tipo de veículo que, em todo o mundo, é largamente utilizado como forma de garantir maior agilidade de deslocamento. Ademais, a segurança dos motoristas está, em maior escala, relacionada aos quesitos de velocidade, de prudência e de utilização dos equipamentos de segurança obrigatórios, os quais encontram no Código limitações e padrões rígidos para todos os tipos de veículos motorizados.

Portanto, de acordo com a legislação brasileira, é permitido circular nos corredores.

Mas fique atento, pois alguns fiscais de trânsito e policiais costumam notificar os motociclistas que circulam nos corredores, baseados principalmente nos seguintes artigos do CTB:

Art. 29-IX a ultrapassagem de outro veículo em movimento deverá ser feita pela esquerda, obedecida à sinalização regulamentar e as demais normas estabelecidas neste Código, exceto quando o veículo a ser ultrapassado estiver sinalizando o propósito de entrar à esquerda;
Art. 177 Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via pública, ou os demais veículos.
Art. 188 Transitar ao lado de outro veículo, interrompendo ou perturbando o trânsito.
Art. 192 Deixar de guardar distância de segurança lateral e frontal entre o seu veículo e os demais, bem como em relação ao bordo da pista, considerando-se, no momento, a velocidade, as condições climáticas do local da circulação e do veículo.

Um estudo americano sustenta que acidentes no corredor causam ferimentos menos graves e menos mortes do que os ocorridos quando a moto está atrás de outros veículos. Por outro lado, a maioria dos especialistas diz que o risco de andar no corredor é maior por conta do abuso da velocidade e é isto que aponta o estudo americano: a diferença de velocidade entre os carros e as motos é o fator que aumenta significativamente o risco de lesões.

O uso do corredor é uma necessidade nas grandes cidades e o fim dessa prática tiraria um dos principais objetivos da moto, que é proporcionar mais mobilidade do que veículos maiores. Mas se o trânsito está em movimento, evite utilizar os corredores, pois além de ser uma prática mais insegura, é mais fácil ser enquadrado nos dispositivos acima. Olhe sempre nos retrovisores e nos pneus dianteiros dos carros, pois eles indicam quando um motorista vai mudar de faixa sem necessariamente sinalizar sua intenção. Cuidado com os pedestres e vendedores no sinal, eles surgem de repente. Pilote sua moto com responsabilidade.

Copyright˙© Viagem de Moto
Reprodução permitida, desde que informado o autor e inserido link para a página de origem.