Entrar

É permitido andar de moto no corredor?

  • Categoria: Dicas
É permitido andar de moto no corredor?

Nas grandes cidades brasileiras, como Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, é comum ver motociclistas circularem pelos corredores de trânsito, que são os espaços existentes entre as filas de carros. Tem muita gente que fala que isso é proibido e outras pessoas dizem que não. Afinal, é ou não permitido andar no corredor com uma moto?

Quando o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), foi aprovado pelo Congresso Nacional, havia nele o artigo 56, que proibia expressamente as motocicletas de circularem nos corredores, mas esse artigo foi vetado pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso.

A justificativa para o veto foi a seguinte:

Ao proibir o condutor de motocicletas e motonetas a passagem entre veículos de filas adjacentes, o dispositivo restringe sobre maneira a utilização desse tipo de veículo que, em todo o mundo, é largamente utilizado como forma de garantir maior agilidade de deslocamento. Ademais, a segurança dos motoristas está, em maior escala, relacionada aos quesitos de velocidade, de prudência e de utilização dos equipamentos de segurança obrigatórios, os quais encontram no Código limitações e padrões rígidos para todos os tipos de veículos motorizados.

Portanto, de acordo com a legislação brasileira, é permitido circular nos corredores.

Mas fique atento, pois alguns fiscais de trânsito e policiais costumam notificar os motociclistas que circulam nos corredores, baseados principalmente nos seguintes artigos do CTB:

Art. 29-IX a ultrapassagem de outro veículo em movimento deverá ser feita pela esquerda, obedecida à sinalização regulamentar e as demais normas estabelecidas neste Código, exceto quando o veículo a ser ultrapassado estiver sinalizando o propósito de entrar à esquerda;
Art. 177 Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via pública, ou os demais veículos.
Art. 188 Transitar ao lado de outro veículo, interrompendo ou perturbando o trânsito.
Art. 192 Deixar de guardar distância de segurança lateral e frontal entre o seu veículo e os demais, bem como em relação ao bordo da pista, considerando-se, no momento, a velocidade, as condições climáticas do local da circulação e do veículo.

Um estudo americano sustenta que acidentes no corredor causam ferimentos menos graves e menos mortes do que os ocorridos quando a moto está atrás de outros veículos. Por outro lado, a maioria dos especialistas diz que o risco de andar no corredor é maior por conta do abuso da velocidade e é isto que aponta o estudo americano: a diferença de velocidade entre os carros e as motos é o fator que aumenta significativamente o risco de lesões.

O uso do corredor é uma necessidade nas grandes cidades e o fim dessa prática tiraria um dos principais objetivos da moto, que é proporcionar mais mobilidade do que veículos maiores. Mas se o trânsito está em movimento, evite utilizar os corredores, pois além de ser uma prática mais insegura, é mais fácil ser enquadrado nos dispositivos acima. Olhe sempre nos retrovisores e nos pneus dianteiros dos carros, pois eles indicam quando um motorista vai mudar de faixa sem necessariamente sinalizar sua intenção. Cuidado com os pedestres e vendedores no sinal, eles surgem de repente. Pilote sua moto com responsabilidade.

Comentários (28)

  1. Marco Krueger

Apesar de ser o site, um canal de comunicação aos amantes do motociclismo, obviamente é democrático, e motoristas também fazem comentários. A respeito destes, a tempos não lia tanta animosidade e desconhecimento sobre o assunto das 2 rodas e legislação. Motoristas que lá escreveram, insistem no...

Apesar de ser o site, um canal de comunicação aos amantes do motociclismo, obviamente é democrático, e motoristas também fazem comentários. A respeito destes, a tempos não lia tanta animosidade e desconhecimento sobre o assunto das 2 rodas e legislação. Motoristas que lá escreveram, insistem no termo pejorativo aos estradeiros de motoqueiro, não diferenciando os responsáveis dos que pouca responsabilidade tem, talvez pela pouca idade (síndrome do super homem), da ignorância cultural/baixa escolaridade, e daqueles que fazem das duas rodas instrumento de trabalho, e que infelizmente dada a situação a que se impõe/necessidade, aliado as citações acima, usam inconsequentemente, havendo sempre exceções em maior ou menor %. Obvio que não convêm a ninguém a pilotagem agressiva, nem a nós motociclistas, pois podemos ser vitimas dos que não tem o minimo de conduta, assim como os motoristas, que por falta de campanha educativa, e omissão dos meios de comunicação, que acidentes com motos é caracterizado como atropelamento e portanto sujeitos as penalidades do fato.
Como diz o código de transito, dê a vez e garanta a segurança dos mais fracos ou mais suscetíveis.
Tenho percebido por experiencia própria diariamente, que alguns motoristas já percebem isso, e se afastam, mas não é uma regra. Desta forma, me parece que a pilotagem segura, responsável, defensiva e a cordialidade são insuperáveis no convívio agressivo do transito nos grandes centros. Me parece que os motoristas enfurecidos que deixaram seus comentários, precisam de uma reciclagem para entender a opção do uso da motocicleta em suas diferentes situações; assim como os motoboys e similares, para melhoria comportamental e respeito ao próximo e ao patrimônio... mas esqueci que estamos no Brazil (pátria educadora - só que não...) e não na Alemanha, e desta forma estas necessidades e intensões nobres não tem valor.

Ler Mais
  1. Marco Krueger

Interessante a informação. Efetivamente o corredor não é proibido. De qualquer forma, sujeito a interpretação da lei, como citado. Desta forma nós usuários, devemos proceder sempre com cautela e evitar eventos desagradáveis.

  1. Thiago

Resumindo: tudo isso pra dormir mais uma hora ou chegar mais cedo a casa. Negocio é sair buzinando e passar o problema para o motorista.

Pergunto-me se esses motoqueiros não têm mãe ou são professores de física? Não ha outras razões para explicar tamanha falta de civilidade no trânsito.

Enquan...

Resumindo: tudo isso pra dormir mais uma hora ou chegar mais cedo a casa. Negocio é sair buzinando e passar o problema para o motorista.

Pergunto-me se esses motoqueiros não têm mãe ou são professores de física? Não ha outras razões para explicar tamanha falta de civilidade no trânsito.

Enquanto não tiverem consciência que ponto cego existe e que motoristas assinam somente um B.O. e são processados, enquanto motoqueiros vão para hospitais ou direto para o necrotério, essa zona nos grandes centros vai continuar.

Ler Mais
  1. Luiz de Miranda Corrêa

Acho a moto excelente meio de transporte, contudo perigosíssimo. A Prefeitura, ao invés de fazer ciclovias, que transportam quase ninguém, deveria fazer moto-vias, resolvendo assim muitos acidentes de motos e incidentes entre motoristas e motoqueiros. Aliás. os motoqueiros pensam que são donos...

Acho a moto excelente meio de transporte, contudo perigosíssimo. A Prefeitura, ao invés de fazer ciclovias, que transportam quase ninguém, deveria fazer moto-vias, resolvendo assim muitos acidentes de motos e incidentes entre motoristas e motoqueiros. Aliás. os motoqueiros pensam que são donos das ruas, na situação atual.

Ler Mais
  1. Maria

Boa noite!
Tenho uma dúvida
Hoje minha irmã estava conduzindo a moto dela, e foi ultrapassar uma moto e o condutor desta a fechou querendo entrar na rua ao lado, onde ela caiu com tudo no meio do asfalto. A moto sofreu danos. E graças a Deus ela não se machucou.
Nesse caso quem está errado? ...

Boa noite!
Tenho uma dúvida
Hoje minha irmã estava conduzindo a moto dela, e foi ultrapassar uma moto e o condutor desta a fechou querendo entrar na rua ao lado, onde ela caiu com tudo no meio do asfalto. A moto sofreu danos. E graças a Deus ela não se machucou.
Nesse caso quem está errado? Ele deverá pagar?
Ela pegou os dados dele porém não chamou a polícia.
Como deverá proceder?
Grata.

Ler Mais
  1. Rômulo Provetti    Maria

Bom dia, Maria. Devemos agradecer a Deus por sua irmã não ter machucado e esta bem. Isto é o mais importante.

A descrição que você fez não nos dá elementos suficientes para afirmar se houve apenas um culpado pelo acidente. Parece-me que, à luz do Código de Trânsito Brasileiro, ambos cometeram...

Bom dia, Maria. Devemos agradecer a Deus por sua irmã não ter machucado e esta bem. Isto é o mais importante.

A descrição que você fez não nos dá elementos suficientes para afirmar se houve apenas um culpado pelo acidente. Parece-me que, à luz do Código de Trânsito Brasileiro, ambos cometeram erros.

No caso do outro motociclista: 1) ele não se certificou de que poderia executar a manobra de conversão sem perigo para os demais usuários da via que o seguiam e 2) não indicou seu propósito de forma clara e com a devida antecedência, por meio da luz indicadora de direção da moto.

No caso da sua irmão podemos relacionar: 1) ela não indicou com antecedência a manobra pretendida, acionando a luz indicadora de direção da moto, 2) não afastou-se do usuário ao qual ultrapassaria, de tal forma a deixar livre uma distância lateral de segurança e 3) estava fazendo uma ultrapassagem em uma interseção ou proximidade de uma interseção.

Por tudo isto, creio que dificilmente sua irmã conseguiria ressarcimento pelos danos na sua motocicleta, principalmente por causa do item 3 acima, que no meu entendimento é o que seria o mais importante na análise do acidente.

Ler Mais
  1. MOTOCICLISTA "E" MOTORISTA

QUANTA ASNEIRA MEU DEUS

  1. carinha

Texto tendencioso que não explica a realidade.Aquilo e um espaço de segurança ENTRE OS CARROS ou seja utilizado para manobrar caso encontre um buraco ou um cachorro ou maluco suicida.Mas você pode utilizar o espaço de SEGURANÇA? claro que não pq do meu ponto de vista existe um motoqueiro (que...

Texto tendencioso que não explica a realidade.Aquilo e um espaço de segurança ENTRE OS CARROS ou seja utilizado para manobrar caso encontre um buraco ou um cachorro ou maluco suicida.Mas você pode utilizar o espaço de SEGURANÇA? claro que não pq do meu ponto de vista existe um motoqueiro (que são de forma inegável os MAIORES infratores de leis de trânsito) de forma irregular já que aquilo e um espaço de segurança utilizando a faixa e o que pior achando achando que estão certos ou seja o cara no carro ,caminhão ou seja lá o que for não pode desviar de nada pq tem um carinha que acha que pode andar ali tomando esse espaço,passa algumas vezes ate encostando nos carros e o que pior acha que tem o direito de estar ali.Se esse argumento arcaico de vetar a forma de utilizar um veiculo for valido não existiria faixas exclusivas para onibus ou ciclistas. Mas vindo dos maiores infratores das leis de trânsito não me admiro essa forma de pensar que estão corretos.

Ler Mais
  1. Rodrigo P.

Pois é José Antonio, estes são os ricos de andar no corredor com a moto, mesmo com o transito parado (que é quando eu uso). Você precisa estar atendo e em baixa velocidade. Eu uso a segunda marcha quando estou no corredor, perto dos 40 km/h. Eu já fiquei bravo com pedestres que cruzaram a rua...

Pois é José Antonio, estes são os ricos de andar no corredor com a moto, mesmo com o transito parado (que é quando eu uso). Você precisa estar atendo e em baixa velocidade. Eu uso a segunda marcha quando estou no corredor, perto dos 40 km/h. Eu já fiquei bravo com pedestres que cruzaram a rua fora da faixa, pois, eles fazem isto sem ver a moto se aproximando. Já pensou atropelar alguém? Seria horrível se acontecesse e mesmo se for com um carro é uma experiência que ninguém quer passar...

Ler Mais
Não existem comentários postados aqui ainda.
Carregar Mais

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

Conteúdo relacionado - Dicas para viagens de moto