Entrar

2º dia - Clorinda - Ledesma

Viagem de moto pela Argentina

Acordamos cedo e saímos às 6h30. Sabíamos que a estrada não seria fácil, longas retas e calor tornam este trajeto ainda mais cansativo.

Sem muito o que ver, a não ser prestar atenção na estrada e na grande quantidade de animais, que são criados soltos a beira da estrada.

Este caminho é pouco usado por viajantes brasileiros, pois são poucos os que se aventuram a atravessar terras paraguaias, estão certos. Mas eu queria conhecer este trajeto, e criei coragem para isso. Sabia que o risco poderia ser ter que pagar propina e perder tempo com a policia corrupta, ainda bem que não aconteceu.

Estávamos parando a cada 150 km para abastecer, descansar e tomar uma água gelada. Passamos por um trecho onde os mapas de GPS não indicam posto e também li relatos de viajantes que contam a dificuldade deste trecho. Seriam 260 km sem combustível, decidimos ousar e não levamos gasolina reserva, mas em uma pequena cidade procuramos e achamos combustível.

Continuamos e, próximo à cidade de Calilegua, em um posto, conversamos com alguns locais e também com viajantes peruanos, que nos informaram que, para pernoitar, seria melhor a cidade de Ledesma. Para lá nos dirigimos, às 20h30min já estávamos no hotel Artaza (210 Pesos Argentinos)

Saída: Clorinda, Argentina
Destino: Ledesma, Argentina
Km percorrida - 905 km
Km acumulada - 1.745 km

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização