Ha alguns meses, estou preparando este roteiro:

Sairei do Brasil por Foz do Iguaçu, entrando no Paraguai. Sigo em direção a Assuncion, entro na Argentina pela cidade de Clorinda, sigo pelo interior até chegar em Calilegua.

Subo para Humahuaca, Iruya e La Quiaca, onde entrarei na Bolívia, indo até a cidade de Uyuni, onde descanso um dia, para melhorar a aclimatação.

Se o Salar do Uyuni já estiver inundado (provável), sigo para San Cristobal, Alota, e entro no Deserto na Reserva Eduardo Avaroa, pernoite em alojamento, no outro dia passo pela Laguna Colorada, Arbol de Piedra, Geyser Sol de la Mañana, Laguna Verde, e entrando no Chile pelo Paso Hito Cajon.

Com salar seco, atravesso todo ele até chegar em Chiguana e seguir o caminho normal - aumenta um dia.

Aqui, quem vai decidir o próximo passo será o corpo. Estando bem, sigo para Susquez; precisando de uma descanso, desço para San Pedro de Atacama.

Continuando, sigo para San Antônio de los Cobres pelo ruta 40, Abra del Acay e Cachi até chegar em Cafayete.

Talvez um dia de descanso nas termas de Fiambala, para depois encarar o Paso San Francisco até chegar em Copiapó no Chile.

Já no outro dia, volto para a Argentina, agora entrando pelo Paso Pircas Negras, até chegar na cidade de Villa Union.

Depois desse passeio, começo o caminho de volta para casa, Santiago del Estero, Corrientes, Foz, casa.

O prazo máximo para cumprir o trajeto é de 20 dias, km total 8.000 km, grande parte por estradas de terra, e 500 km pelo deserto com muita areia.

A ideia é rodar, conhecer o caminho e suas atrações, ficar quando o corpo pedir, sair cedo para aproveitar a tranquilidade e o frescor da manhã, pois a média de temperatura estará na casa dos 38 graus.

Levarei uma barraca, saco de dormir, fogareiro a combustível MSR e comida liofilizada. Estes itens serão somente para emergência, pois pretendo comer e dormir em hotéis.

Gasolina reserva será levada quase em todo o percurso. Usarei um tanque de barco de 12 litros para isso, mas na travessia do deserto, terei que carregar pelo menos uns 15 litros, porque o consumo deverá ser maior: transitarei por 500 km por volta dos 4.300m de altitude, chegando aos 4950 m.

Agua, sempre 2 litros na moto. No deserto, 5 litros.

Ferramentas básicas para moto e para conserto dos pneus, câmaras reserva, filtro de ar para as 2 motos.

Pneus mitas E07

Integrantes: eu, 40 anos, BMW G 650 GS Sertão

Meu filho: 19 anos, Honda XRE300

GPS Zumo 660 e Nuvi 1450, usaremos os mapas TRC 12-12, Mapear 990, Conosur, Viajeros e Bol R11.

Teremos ainda que levar roupas para frio extremo, para a travessia do deserto, onde a noite a temperatura pode chegar no verão perto dos -5 graus, nas travessias dos pasos também pode haver queda de temperatura. Este ano eu passei pela região dia 02 de janeiro, peguei uma temperatura perto dos 5 graus positivos. Dois dias depois, nevou intensamente em toda a região...

Distâncias, serão tentativas, apenas para ter uma cidade como objetivo.

Sairei de Arapongas onde passarei a passagem de Ano.

Arapongas - Foz do Iguaçu - Paraguai - Clorinda, Argentina - 835 km e passagem por 2 aduanas

Clorinda/AR - Calilegua/AR - 900 km passando pelo verdadeiro Chaco, muito quente, cidades pequenas e grandes extensões sem combustível.

Calilegua/AR - Humahuaca - Iruya/AR - 315 km Depois de San Salvador de Jujuy começa a subida e a altitude começa a alterar nosso corpo, que ainda não acostumou com a diminuição do oxigênio.

Iruya/AR - La Quiaca - Villazon/BO - Tupiza/BO ou Uyuni - Até Tupiza, 280 km, mas a aduana de Villazon pode ser muito demorada. Se der tempo, sigo direto para Uyuni/BO, que está distante mais 200 km só de terra.

Uyuni, dia para aclimatar, e ir até o Salar em excursão, se estiver alagado.

Uyuni - San Cristóbal - Alota (gasolina e alojamento) - Laguna Hedionda (alojamento) - Hotel Ojito (hotel de luxo no meio do deserto, tem até restaurante) - 250 km só em estradas de terra e grande partes com de areia. Neste dia, tudo fica mais difícil, pois adicionarei mais 20 kg na moto: 15 litros de gasolina e 5 de água.

Logo após o Hotel, entro na Reserva de Fauna Andina Eduardo Avaroa - Arbol de Piedra - Laguna Colorada - Geiser - Laguna Salada - Rocas de Dali - Laguna Verde - Laguna Blanca - Paso Hito Cajon, até a estrada R27, que desce para San Pedro de Atacama/CH ou Susques/AR. Até a estrada, são 180 km. Este será o pior dia, pois quase toda a estrada será de areia, em alguns lugares bem profunda, e sempre a uma altitude mínima de 4300 m, chegando até aos 4950 m, não sei o que será pior, pilotar na areia funda ou a altitude, que suga toda a nossa energia rapidamente. Alcançando o asfalto decido, levando em conta o esgotamento físico, se desço para uma altitude mais agradável a 50 km em San Pedro de Atacama, ou continuo para Susquez/AR a 240 km.

Depois de um dia de descanso, volto para as grandes altitudes: San Antonio de los Cobre/AR, Abral del Acay (5000 m), Cachi até Cafayete - 430 km

Cafayete a Fiambala - 460 km. Fiambala possui uma terma municipal, muito agradável para um dia de descanso, antes de partir para altitudes ainda maiores.

Fiambala/AR - Paso San Francisco - Copiapó/CH - 449 km. Neste dia subo perto dos 4800m, estando nesta altitude por várias horas. Depois, desço em Copiapó, ja no Chile, ao nível do mar.

Copiapó/CH - Paso Pircas Negras - Villa Union/AR - 450 km. Vou descobrir qual será a sensação de sair do nível do mar e novamente subir aos 4000 m.

Villa Union/AR - Santiago del Estero/AR - 670 km. Começo o regresso para casa.

Santiago del Estero/AR - Corrientes/AR - 630 km

Corrientes/AR - Foz do Iguaçu/BR - 630 km

Foz do Iguaçu - Casa - 630 km

Como já disse, tenho 20 dias para fazer o percurso. Serão quase 8000 km, sendo o ponto alto da viagem a passagem por 500 km de deserto na Bolivia.

Eu e meu filho pilotamos off road há muito tempo, mas a areia e a grande altitude serão as grandes dificuldades a serem vencidas.

Relato de Viagem de Moto

Comentários (5)

  1. Paulo

Ola Robson, Parabens pela viagem. Tem algum lugar que posso acompanhar sua viagem com fotos?? Abraço

  1. Rômulo Provetti    Paulo

Paulo, aqui mesmo no site. No fim do artigo, tem o link próximo artigo. Clique nele que você verá o primeiro dia da viagem. No fim daquele artigo tem link para o segundo dia e assim sucessivamente.

  1. Adriano    Rômulo Provetti

Boa tarde. Mais uma vez parabens pela grande viagem... Se precisar de apoio em Foz do Iguaçu estamos a disposição. http://iguassuhostel.wix.com/iguassuhostel#!sobre-1/c1wgk Um moto-abraço Adriano

  1. Adriano

Boa tarde. Estava olha seu roteiro e parabens... Sou Adriano de Foz do Iguaçu, temos um Hostel simples direcionado principalmente a motociclistas viajantes. Caso tenha interesse de se hospedar aqui entre em contato . http://iguassuhostel.wix.com/iguassuhostel Um forte abraço.

  1. robson    Adriano

Adriano, Obrigado, na proxima passagem por Foz. Abraço, Robson

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.