Decidimos antecipar em um dia a saída de Ushuaia, indo pernoitar em Rio Grande para fazer câmbio e verificar se o Coronel Jorge conseguiu um transporte para as motos. O rípio judia muito das motos, principalmente da Electra e, confesso, estou preocupado com a quebra da penteadeira.

Tomamos café na Tande Sara, preparamos as motos e fomos bater pernas na San Martin. Vimos coisas interessantes, mas tudo caro; preços para turistas. Entramos mais uma vez na Igreja Nossa Senhora das Mercedes e, quando estávamos de saída, conhecemos o Tatsu, japonês que está rodando o mundo numa BMW.

Às 12:45 horas, partimos, com o rei sol nos esquentando, sem vento, temperatura agradável. Andávamos bem devagar, com o coração choroso, como se não quisemos ir. A descida da serra do Passo Garibaldi é "muy linda". Eu estava tão enebriado pela beleza dos lagos e das geleiras permanentes que catei 3 buracos na "calzada".

Às 15 horas, no prego, paramos as motos na praça de Rio Grande. Fui direto para o banco, mas tinha acabado de "cerrar" as portas. Íamos ter que esperar o dia seguinte, pois não tínhamos mais pesos. O Cel Jorge bem que tentou uma camionete baú, mas não cabia a Electra.

Viagem de moto até Ushuaia, Argentina - Igreja Nossa Senhora das Mercedes

Um fato curioso que nos chamou a atenção: uma coisa é a "policía" da região de Buenos Aires e Entre Rios, outra coisa é a das outras regiões da Argentina. Eu fui pedir ajuda a uma dupla de policiais que estavam na praça sobre como usar telefone público e eles me disseram que era "com "platas". Eu entendi que deveria usar moedas - mais um mico - e disse não ter "platas", agradeci e sai em direção ao banco - que estava fechado. Alguns instantes depois, a dupla veio até a mim e ofereceu 5 pesos para usar no "locutório". Aí a minha ficha caiu: "plata" era dinheiro e não moedas. Agradeci a oferta e fui ligar para o Cel Jorge. A solidariedade humana não tem limites por que vem do amor de Deus.

Depois, fomos para a Posada El Gran Hogar e passeamos pela cidade, uma bela e grande metrópole patagônica.

Viagem de moto até Ushuaia, Argentina

11º dia: Ushuaia - Rio Grande: 247/6378 km

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.