O café do hotel foi horrível e o serviço péssimo e super lento. Que arrependimento!

Saímos às 8h30min com destino a Trelew (560 km). Vários trechos com paradas rápidas ao longo das RN 22 e 251. O clima estava agradável, com sol, mas temperatura na faixa dos 16ºC, vento mediano e retas intermináveis. Como a viagem estava rendendo bem, propus ao João um plus: esticar até Caleta Olivía (+450 km), o que foi prontamente aceito pelo meu parceiro.

A atenção é para as "estaciones de servicios". Os ventos S e SW consomem uma gasolina danada. Se vacilar fica com pane seca, mas a cada 200/250 km sempre tem um posto. Alguns sem nafta, o que nos obriga a entrar na cidade, como foi o caso em Trelew. Tem Izcudum, Camarones e Guarayalde como pontos de apoio importantíssimos. Camarones não tinha nafta. Com o problema da falta de combustível, optamos por deixar ativado o galão com 10 lts, para qualquer emergência - galão emprestado pelo amigo Cel Santana (Dragão das Gerais); me passou diversas informações sobre a Patagônia.

Com o entardecer, o frio e o vento aumentavam exponencialmente. No través de Comodoro Rivadavia optamos por entrar a cidade e procurar hospedagem. Cidade grande e bonita, com um cerro, trabalhado pelo vento, maravilhoso. Belas praias e cassinos luxuosos. Mas as diárias dos hotéis estavam fora do nosso perfil e sem "cocheiras". Como o dia ainda estava claro, decidimos tocar mais 65 km e pernoitar em Caleta Olívia, onde chegamos às 22 horas, já noite.

6º dia: Rio Colorado - Caleta Olívia: 1028/4752 km

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.