• Daniel Zan
  • Publicado em

Museu da TAM, São Carlos

O Olney havia sugerido uma visita ao Museu da TAM, em São Carlos. Era meu niver no dia 24 e ainda tivemos um feriado prolongado desde quinta-feira (Porcos Tristes, perderiam no domingo).

Pra completar, meu amigo Giovanni do HD-Group sugeriu unirmos os dois grupos no que ele chamou de "Primeiro passeio unificado Biduzidos & HD-Group" e cair na estrada (no bom sentido).

A distância de pouco mais de 500 km para quem saíu de São Paulo exigiu que saíssemos bem cedinho, para aproveitar o dia e não chegar muito tarde em casa, na volta.

Chegamos, Ana e eu no SerrAzul, às 7.30 hs. O sacrifício de acordar um pouco mais cedo com frio é totalmente compensado pelas estradas vazias e o "cheiro" da manhã. Precisamos fazer mais isso.

Logo chegaram os Genaros e tomamos café da manhã no Frango Assado. Ao sair, os amigos do HD-Group estavam ao lado das motas: Humberto, Fernando e a esposa. A família de Humberto nos encontraria lá no museu da TAM, eles foram de carro.

O Hugo e seu amigo Gianola chegaram quando estávamos quase saindo (são uns molengas!) e nos acompanhou até o km 125, onde paraamos para encontrar a família Olney.

Lá chegando estavam, Olney e Renata com seus pimpolhos, Léozinho e Laura. A Renata fez as vezes de carro de apoio com as crianças e a Marcia.

Quando estava a abastecer, ainda chegou o amigo Rico do HD Group para manter nosso grupo de 06 motas, afinal, o Hugo e o Gianola iriam voltar dali, os garotos Olney e Rico, substituiram os velhinhos Hugo e Gianola. Saímos do Graal sob forte neblina e frio, prenúncio de que o dia ia ficar muito bonito.

De fato, alguns quilometros à frente e o sol abriu, tornando a temperatura muito agradável e um belíssimo sol de inverno se fez presente até a chegada ao museu da TAM.

O lugar é muito bacana e ali tiramos muitas fotas até bater a fome.

Voltamos alguns quilometros até o Condomínio Dahma, onde fica o restaurante Tulha, dentro de um Campo de Golf, onde almoçamos muito bem, paguei um belo mico cantando parabéns e de lá saímos em direção a São Paulo. 

Paramos no km 125 para um café, abraçamo-nos, despedimo-nos e pegamos estrada em direção a São Paulo.

Foi um dia delicioso e inesquecível.

Que venham outros, logo.

Abaixo, o video que o Genaro fez do passeio.

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres

Conteúdo relacionado - Artigos

Motociclistas invencíveis

Pra que farol? Farol pra quê?

Motociclistas invencíveis

Estória ou História?

Riders Of Freedom

O nosso DNA no motociclismo

Daniel Zan

Grand Canyon