Viagem de Moto Viagem de Moto Inspirando viajantes

Riders Of Freedom

Sempre fui criado com princípios morais comuns.

Quando criança, ladrões pareciam ladrões e nossas únicas preocupações em relação à segurança advinham das inspeções repentinas dos "lanterninhas" de cinema quando começávamos a "socar" os pés no chão acompanhando a música que precedia os filmes. Ou quando os inspetores de alunos nos levavam à secretaria da escola. Ou quando a rebelde bola de capotão teimava em passar pelo vidro da janela da Dona Magnólia.

Imaginem uma cena parecida com aquelas espetaculares trilhas de determinados filmes, onde os autores contrapõem, no mesmo espaço tempo, o futuro e o passado.
Como no filme "Nimitz, de volta ao inferno", quando uma suposta fenda no tempo leva o porta-aviões nuclear mais sofisticado do mundo ao ano de 1941, às vésperas do colossal ataque japonês a Pearl Harbor.

Num primeiro instante pode parecer que estamos tratando de teoria científica, sobre a relatividade restrita e geral, passando pelas quatro variáveis do espaço-tempo e pelo paradoxo dos irmãos gêmeos, cujos postulados são atribuídos ao físico alemão Albert Einstein, apesar de historiadores e físicos atribuírem parte desta história ao físico italiano Olinto De Pretto, como tantos outros conflitos entre criações e criadores.

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.