Colors: Green Color

Estranho personagem, esse tal de motociclista. Difícil crer que seja possível preferir o desconforto de uma motocicleta, onde se fica instavelmente instalado sobre um banquinho minúsculo, tendo que fazer peripécias para manter o equilíbrio e torcendo para que não haja areia na estrada.

Eu peguei onda minha vida toda.

Comecei bem cedo, na faixa dos 8, 9 anos. Aos 12, 13 optei por largar a prancha e praticar o Bodysurf (um nome bonito pro que chamamos de pegar jacaré). Mandei bem trocar uma Bocão & Betão mono 7’ por um par de pés de pato, já que meu meio de transporte (que depois se tornou tão importante pra mim) acabou sendo uma moto, e carregar aquele cachorrão ia ser foda...

Já tive oportunidade de viajar por vários meios de transporte: avião, trem, automóvel, bicicleta, a pé, de ônibus, de navio. No avião eu me sinto como dentro de um charuto de metal, olhando o mundo por uma minúscula janela, quando se está ao lado de uma. Muito útil para chegar rápido ao destino, mas o que tem no caminho fica esquecido.

Pagina 6 de 6

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.