Vou contar para vocês a história de um amigo motociclista, aqui de Belo Horizonte, capital das "Minas Gerais", experiente, mas não dado a esquadrinhar detalhes...

Certo dia partiu ele pelas estradas mineiras com a companheira de duas rodas, todo confiante, certo de encontrar uns parentes de sua mãe que não conhecia, mas que sabia que moravam numa pequena cidade chamada São Brás do Suaçuí.

Tudo preparado, entrou Anel rodoviario adentro, desembocou na BR-381, aqui por nós conhecida também como "Rodovia da Morte", por ser uma das estradas mais perigosas do país, com um relevo muito acidentado e com um elevado número de curvas onde ocorrem, ano após ano, numerosos acidentes fatais.

100Km de estrada, entrou no entroncamento da MG-120 e foi seguindo na direção norte, para região do Serro, margeando todo o santuario ecológico da Serra do Cipó.

Algumas horas e mais 100 km percorridos, julgando já estar proximo do destino, resolveu parar num posto para abastecer a moto, quando perguntou ao frentista:

- Amigo, falta muito até São Bras do Suaçuí?

O homem então lhe respondeu:

- Uai sô! si ocê tá falano de Santa Maria do Suaçuí, já ta quaiz chegano!!!. Mas se ocê vai é para São Brás do Suaçui, é mió ocê vortá por essa estrada ai mermo e pegá lá na frente a 381 pra Beorizonte. Chegano lá ocê pega a 040 pru Rio de Janero e é só rodá mais uns 150 km que ocê chega lá sô!!

Mapa

Foi só então que sacou seu engano. E como se diz por aqui, "Zeca da roça", parece com "zé da carroça", mas é diferente.

Comentários (2)

  1. ANGELITA REGES

TENHO VONTADE DE CONHECER A CIDADE QUE MINHA MÃE NASCEU E TODA A FAMILIA DELA NÃO CONHECEMOS SEGUNDO ELA MORRERAM TODOS......... BOM TENHO VONTADE DE CONHECER SANTA MARIA DO SUACUÍ ONDE MINHA MAE NASCEU.

  1. Jeremias

Fica meio chato, eu comentar a eu mesmo, então coloco outra estoria minha aqui:<br /><br />_Ah não benhêêê !!! vamos ter que empurráááh!!?<br /><br />No começo quando eu era solteiro e morava sozinho, minha namorada veio um dia me ver. Isso foi lá pelos idos dos anos 80, quando eu comprei minha primeira moto, uma Yamaha DT180, vermelha e preta, uma cabrita!!, depois conto porque.<br />Tudo era só alegria, eu ,euzinho, estava batendo de DT, uma moto forte, ágil, bonita.Era uma “maquina” e tanto, porém, ela tinha uns pequenos incovenientes comuns as motos 2 tempos daqueles idos, que era uma fumacinha sinistra no escapamento, fruto do uso famigerado do óleo 2T para o combustível que ela pedia, e uma pouca resistência a umidade no setor de ignição da moto, o multissimo usado CDI. Naquele tempo eu já havia acabado meu curso técnico no CEFET-MG, já trabalhava, e estava saboreando a vida .<br />Então a moça chegou lá no meu barraco, e a “Mulé” meu rei, tava toda bonitona, produzida, sapato alto, maquiagem e tudo, um show! Logo que ela chegou, pegamos a “Magrela”, ( a DT), que eu tinha dado “aquele grau” de manha, passado cera e “Kaol” nas rodas e nos raios, pretinho nos pneus,aliás que a gente mesmo fazia de uma mistura de groselha, álcool e outras coisas, enfim a moto também estava 10!!<br />Coloquei a “Mulé” na garupa e sai para desfilar as “duas” lá para as bandas da Pampulha, na casa de um hoje, saudoso colega meu. Ficamos lá com ele, curtimos muito, e deu hora de voltar. Era verão e a gente se distraiu da chuva que vinha formando, mas assim que nos demos conta, despedimos e fomos embora, contudo não teve mais jeito, a chuva nos pegou pelo caminho, chuva forte, a a gente numa região onde não havia abrigo, resolvemos prosseguir Assim mesmo, mas já era tarde, veio aquela famosa falha de ignição da DT, tentei acelerar para manter o giro mas não teve mesmo jeito, já era noitinha e a moto parou:<br />O jeito foi encostar, desci da moto e olhei pra moça assim já meio sem jeito, mas com um riso interior clássico de quem passa por essa situação, e olhando pra ela, ela já fazendo um beicinho falou:<br />_Ah não benhêêê!!! Vamos ter que empurrááh!??

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.