Entrar

Motociclistas invencíveis

Dedo Gigante

O motociclismo começou no século XIX como modalidade exclusiva e própria para amadores, acontecendo porém que com o passar do tempo atividades profissionais surgiram.

Primeiro foram os clubes de competições em pistas de velocidade com pilotos contratados e remunerados; depois vieram os moto-boys, moto-fretes, e os moto-táxis, que nessas ecléticas atividades passaram a atender muitas das necessidades indispensáveis à sociedade, e para isso comprovar basta ver o trabalho que diuturnamente fazem através das entregas ou transportes de pessoas e objetos. Isso diariamente, seja debaixo de perigosa chuva ou do causticante sol.

Superação

Esta é uma palavra que bem demonstra do quanto somos capazes de fazer, desde que tenhamos perseverança e força de vontade.

Vou apresentar um fato trágico relatado num jornal, e que ocorreu em Niterói-Rj com uma jovem mulher motociclista bonita, vaidosa e saudável chamada Carolina Basílio. Mas o que mais impressiona a todos nessa história é o seu lado edificante por se tratar de um exemplo de vida, superação e tenacidade.

Leis Inócuas, Orientações duvidosas

Pelo visto o Contran não sabe legislar e Detran não sabe fiscalizar nem orientar motoprofissionais. Resultado: Confusão e caos no trânsito do RJ.

Isso foi o que pude entender do Editorial publicado no jornal O Dia de 28/07/2012, onde uma das frases menos cáusticas que li foi: "Há um incompreensível despreparo no Detran às vésperas da vigência da determinação do Conselho Nacional de Trânsito".

Comecemos pela Base

Para conseguirmos belas e viçosas plantações, todos nós sabemos que fundamental para isso será iniciarmos plantando as devidas sementes. A partir daí, e se continuarmos zelando pela plantação, ela surgirá e crescerá naturalmente com todo vigor, exatamente conforme a natureza determina.

Por aí já será possível ver que a própria natureza por si só já nos ensina, que para termos bons frutos ou bons resultados, teremos de adotar esses procedimentos acima descritos.

Exemplo a ser seguido

Em palhoça Grande, SC, motociclistas mostraram como se faz protesto com educação e eficiência. Inconformados com o estreito corredor destinado às motos no pedágio da BR-101 naquela localidade, motociclistas combinaram entre si que ao chegarem no referido pedágio, todos fariam:

Parariam suas motos; saltariam delas; tirariam suas luvas; capacete; e só então após tudo isso, finalmente apresentariam notas de R$100,00 ou R$50,00 para o respectivo pagamento.

Isenção Fiscal na contramão

Por que um governo que deseja diminuir o fluxo de carros no trânsito por já estar ele saturado, vem novamente isentar de tributos carros populares 0km?

Agora pergunto, o que é mais popular, carro com poucos cavalos ou motocicleta de poucas cilindradas?

Sustentabilidade

Motociclista da antiga, vez por outra venho fazendo comentários sobre o motociclismo em algumas Revistas, acontecendo de ter sido muito elogiado ao comentar o entrelaçamento existente entre homem/moto/natureza. Fato esse que muito me gratificou e mostrou ser um tema altamente relevante.

Medida Inteligente

Motociclistas mineiros e seus representantes estão de parabéns! Finalmente conseguiram isenção do ICMS que incidia sobre os capacetes devidamente homologados. Essa medida, que já deveria ter sido atendida há muito tempo, reduzirá em cerca de 15% o preço de aquisição desse produto.

Vivendo e Aprendendo!

Quem diria que veteranos e atuais motociclistas muitos anos depois iriam ver e comprovar a garra das mulheres no motociclismo?

O célebre ditado popular "vivendo e aprendendo" comprova que isso é verdade porque está realmente acontecendo!

Fim do Mundo...

Vez por outra um louco qualquer é acometido por um ataque de histerismo ou de 'achismo' e sai por aí 'botando a boca no trombone' alardeando que teremos mais um fim do mundo.

E de tanto alardearem isso através dos tempos a coisa foi ficando tão banal, que já parece notícia corriqueira tipo daquela que só 'assusta neném'.

Proteção dos Motociclistas

Tudo que vier para proteger o motociclista, sem dúvida é bem-vindo, porém, modestamente, pergunto: Por quê mais leis para obrigar motoprofissionais usarem determinada indumentária que é utilizada por velocistas?

Será para ficarem mais protegidos, pelo fato de terem de se tornar velocistas do asfalto para trabalharem mais e mais rápido a fim de poder comprar a roupagem, ou até mesmo para poder pagar as respectivas multas caso não comprem as indumentárias?

Presente de Grego aos Motoboys

Diuturnamente, abnegados motociclistas vêm enfrentando pesado trânsito para usufruírem as delícias que suas motos lhes proporcionam.

Existe porém uma outra gama de motociclistas que diuturnamente têm de enfrentar denodadamente esse mesmo trânsito pesado e violento, não por diversão, mas sim pela constante luta para sua sobrevivência.