Qual será a motocicleta ideal? Ela existe? Se existe e nisto acredita, como você acharia que ela deveria ser?

Teria de ter grande cilindrada, ser bem pesada e muito enfeitada? Mas se fosse leve, ágil e rápida, seria melhor? E para aqueles que preferem as que tenham razoável peso, cilindrada e resistência. Como entender?

Então, após essas reflexões e baseado na minha agradável e feliz experiência com motocicletas, tanto na cidade quanto nas estradas e percorrido muito chão de terra e asfalto, considero que motocicleta ideal é aquela com a qual você se apaixonou e sentiu ter sido correspondido. Exatamente como se fosse um namoro repentino, amor à primeira vista, fato que não tem explicação cabível por tratar-se simplesmente de estranha e irresistível sensação sentida por ambos no momento exato de um feliz e inesperado casamento platônico.

Você tinha em mente uma máquina poderosa, toda enfeitada, cheia de tintas, instrumentos e cromados. Mas eis que de repente viu-se atraído por algo diferente da sua imaginação. E essa atração foi tanta que ficou impossível resistir, pelo fato de ter surgido um calor seguido de gostoso sentimento de carinho... e pronto! Aconteceu!

Daí por diante você irá tratá-la muito bem porque ficou e continuará fiel apaixonado. E ela o protegerá porque sentiu-se sensibilizada e agradecida por sua especial dedicação para com ela.

Essa, sem dúvida, é para mim a motocicleta ideal.

O que você acha???

João Cruz
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.