Entrar

Superação

Esta é uma palavra que bem demonstra do quanto somos capazes de fazer, desde que tenhamos perseverança e força de vontade.

Vou apresentar um fato trágico relatado num jornal, e que ocorreu em Niterói-Rj com uma jovem mulher motociclista bonita, vaidosa e saudável chamada Carolina Basílio. Mas o que mais impressiona a todos nessa história é o seu lado edificante por se tratar de um exemplo de vida, superação e tenacidade.

Foi assim: Na noite do dia 6 de abril de 2010, parada com sua moto em um sinal luminoso no cruzamento das Ruas Álvares de Azevedo e Gavião Peixoto, de repente uma caminhonete avança o sinal vermelho e a atinge, decepando totalmente uma de suas pernas e em seguida foge covardemente sem prestar-lhe qualquer socorro.

Isso, que para muitos seria uma decepção, decadência de vida, derrota total, não foi suficiente para afetar a força interior dessa bela guerreira que esbanja verdadeiro exemplo da fibra que todo Motociclista Invencível tem.

E se o pior ainda poderia ter-lhe acontecido foi quando, após medicada e internada no hospital, perdeu a outra perna.

Voltando então ao momento em que se encontrava deitada no asfalto da rua após o acidente, eis que um filme da sua vida passa velozmente por sua mente mostrando-lhe, numa retrospectiva, os muitos momentos felizes que teve em sua vida, inclusive sonhos de futuras realizações que almejava. Almejava não, disse para consigo mesmo. Ainda os tenho e continuarei almejando-os, e de agora em diante com mais ênfase!

Além dos predicados que possuía era vaidosa e também atleta por ser jogadora de futebol amador. Mas e agora, sem as pernas, como será sua vida dali por diante? Uma pergunta que fez a si mesma e que qualquer outro ser mortal faria, mas cujas respostas são diferentes por depender unicamente de cada pessoa.

Ela, determinada e perseverante, resolveu continuar no atletismo, mas não no futebol. Então, por ter perdido as pernas decidiu que passaria a usar braços e mãos, iniciando então a praticar natação.

Hoje, dois anos após o acidente que radicalmente mudou sua vida mas não sua força, anseios e esperanças, tornou-se campeã de natação regional e nacional, contando atualmente com acervo de 14 medalhas, mesmo sem qualquer recurso financeiro que lhe proporcionasse treinamento mais digno e eficaz.

Mais vaidosa agora do que antes segundo ela mesma afirma, conta que por sua dedicação ao esporte e auxílio que presta a necessitados, já foi convidada e participou de filmes envolvendo esportes e até Olimpíadas. E se já era feliz, hoje sente-se ainda mais pelo fato de poder e ter o prazer em ajudar, fazendo-o através do seu projeto pessoal denominado "Superação", o qual tem por logomarca uma "borboleta".

Já está economizando para assim que possível ter motocicleta adaptada para poder continuar a desfrutar os prazeres que sentia.

Ah... sim! Ia esquecendo um notável detalhe: Afirma em bom português que hoje está mais vaidosa que antes do acidente.

Enfim, ela é ou não é um forte exemplo de Motociclista Invencível?

E se você que ora leu esta Crônica tem uma boa e dignificante história para contar, envie-me. Terei prazer em apresentá-la.

Motociclistas Invencíveis
João Cruz

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização