Entrar

Como criar uma rota no Google Earth e passar para o GPS

  • Categoria: Ademir Goulart
Como criar uma rota no Google Earth e passar para o GPS

Se você tem necessidade de definir um trajeto a partir das imagens no Google Earth, marcando os pontos diretamente nas imagens daquele programa e depois, a partir desta marcação, ter a rota gravada no GPS, este post pode te ajudar.

Vista original
Vista Original

Frequentemente se torna necessário, principalmente em atividades off road, marcar um trajeto a ser percorrido e carregar estas informações no GPS para fazer um passeio tranquilo, sem risco de errar os caminhos até o destino planejado.

O exemplo neste tutorial é o caminho de acesso ao Morro do Brilhante em Itajaí, representado na linha em azul, cujo ponto inicial está na BR-486, trecho entre Itajai e Brusque.

roteiro marcado
Roteiro Marcado

Após a seleção do caminho podemos saber a distância e as elevações no trajeto.

roteiro elevacao
Roteiro marcado com distancia e elevação

Este tipo de necessidade sempre ocorre quando resolvemos circular por alguma área não urbana que não está representada nos mapas comerciais de nossos GPS.

Cabe lembrar que se algum amigo seu já percorreu esta determinada trilha e teve a gentileza de disponibilizar o arquivo (track file) gravado durante o trajeto, fica muito fácil o desafio de transformar este track em route. Basta pegar o arquivo GPX correspondente a esta trilha e importar no GPS como rota.

Porém se for uma trilha nova, onde você pode marcar o seu trajeto baseado em pontos de referência e imagens de estradas secundarias que aparecem nas imagens do Google Earth, usando o zoom quando necessário para identificar as passagens entre a floresta densa, ai está uma oportunidade de traçar manualmente uma rota, como vamos descrever na sequência.

As etapas necessárias desde a marcação no Google Earth até o uso da Track no GPS são as seguintes:

  1. Marcar o roteiro desejado no Google Earth.
  2. Salvar este roteiro em um arquivo do tipo KML.
  3. Importar este arquivo anteriormente salvo para um programa que faz interface com o GPS, neste exemplo foi usado o BaseCamp da Garmin.
  4. Transferir o caminho importado no passo anterior para o GPS (No meu exemplo uso o ZUMO 660 da Garmin)
  5. No GPS usando os passos:
    • Ferramentas;
    • Os meus dados;
    • Importar dados;
    • Registros de viagem;
    • selecionar o caminho transferido no passo anterior;
    • Importar.

Pronto já estará em rotas personalizadas esta nova rota que acabamos de criar a partir de marcações no Google Earth.

Para navegar basta carregar a rota antes de desativar o recalculo automático de rotas em seu GPS. Com o recalculo automático, se em algum ponto do trajeto o sistema encontrar algum outro caminho que leve ao mesmo destino certamente vai recalcular uma nova rota diferente daquela previamente planejada.

Um exemplo das etapas é apresentado na sequência.

1 – Marcar o roteiro

Para a marcação no Google Earth usamos a funcionalidade de adicionar caminho. Marcar desde o ponto inicial até o ponto final, diversos pontos intermediários representando o roteiro desejado. Quanto mais pontos, mais preciso o resultado final. Em especial marcar pontos nos cruzamentos e curvas existentes. Um ótimo tutorial desenvolvido pelo Adonai S. Canez para esta etapa é encontrado no Youtube

Como criar uma rota no Google Earth e passar para o GPS
Adicionar caminho no Google Earth

Importante: após selecionar a opção adicionar caminho, alterar a cor da marcação, aumentar a largura da linha e marcar os pontos com calma e precisão. Deixar o menu adicionar o caminho aberto, arrastando para o canto da tela. Usar o mouse apenas para Zoom e marcação. Para movimentar o mapa use as setas e marque os pontos um a um.

2 – Salvar o roteiro em arquivo KML.

Para salvar o roteiro previamente marcado e que está salvo na janela Lugares em Meus Lugares, posicione em cima do nome do roteiro, clique o mouse a direita e escolha salvar como. Mude o tipo de arquivo para KML e atribua um nome para este arquivo que conterá as informações do trajeto.

Salvar como KML
Salvar como arquivo KML

3 – Importar o arquivo KML.

Usando o BaseCamp podemos importar diretamente o arquivo do tipo KML para a Biblioteca do BaseCamp. Após conectar o aparelho GPS ao computador e o BaseCamp reconhecer o mesmo vai aparecer na janela a esquerda além da Biblioteca o nome Dispositivos.

basecamp importar
BaseCamp Importando o arquivo

4 – Transferir arquivo para o GPS

Para transferir este trajeto da biblioteca do BaseCamp para o GPS, basta arrastar o referido arquivo para a pasta armazenamento interno ou dados do usuário quando tem um cartão de memória adicional.

basecamp importado e
Transferindo do BaseCamp para o GPS

5 – Gerar o nova rota no GPS.

As operações seguintes são realizadas no aparelho GPS após desconectar do computador. No GPS usando os passos:

Ferramentas;

ferramentas do GPS
Menu Inicial - Ferramentas

Os meus dados;

os meus dados
Importar dados;

importar dados
Importar Dados

Registros de viagem;

registros de viagens
Registros de Viagem

procurar registros
Procurando Registros de Viagens

selecionar o caminho transferido no passo anterior;

selecionar caminho
Selecionando o caminho para importar

Importar

importar
Iniciando a importação

processando importacao
Processando a Importação

importacao concluida
Importação concluida

Agora você já pode colocar o seu GPS na trilha planejada e seguir o trajeto marcado na tela.

para onde
Menu Inicial - Para Onde?

rotas personalizadas
Rotas Personalizadas

escolhendo rota
Escolhendo a rota

basta ir
Rota escolhida basta teclar em Ir!

visualizando rota
Pré Visualizando a rota

navegar inicio rota
Navegar para o início da rota? Sim

aguardando satelites
Aguardando satélites...

Certamente não aparecem mapas durante a navegação e você deve seguir o caminho marcado considerando sempre que a sua moto, bicicleta, 4×4, etc. esteja na rota marcada.

Quando você encontrar alguma bifurcação ou cruzamento na estrada, fique tranquilo que o GPS vai mostrar para que lado seguir.

Boas trilhas a todos.

Comentários (14)

  1. Ildo Costa Nunes

Ademir,

Boa tarde!

Muito boa tua explanação, Parabéns!
Gostaria de saber primeiramente se o Nuvi 55LM aceita trazer tracks do Google Earth?
Segundo: Caso negativo, quais os modelos, mais em conta, financeiramente da para fazer?
Agradeço antecipadamente
Abraço

  1. Israel Alves dos Santos

Trabalho constantemente passando por rotas off roads, as quais é de suma importância traçar um trajeto antes. Estava tentando gera-las pelo google earth mais sem sucesso. Com o passo a passo que vc colocou ficou muito fácil gerar os arquivos KMZs, Seu post me ajudou pra caramba!! Muito Obrigado!

  1. ademir goulart    Israel Alves dos Santos

Caro Israel,

Que bom que o post foi util. Um comentario como o seu é o que nos incentiva a escrever estas dicas. disponha.

ademir

  1. Andre Guimaraes

Fiz todos os procedimentos descritos , fiz a rota no G. Earth , salvei no Basecamp , arrastei para dados do usuário , etc ; no entanto quando desconecto o aparelho do computador , clico em ferramentas / meus dados , não me aparece a opção "importar dados" , e sendo assim não consigo dar...

Fiz todos os procedimentos descritos , fiz a rota no G. Earth , salvei no Basecamp , arrastei para dados do usuário , etc ; no entanto quando desconecto o aparelho do computador , clico em ferramentas / meus dados , não me aparece a opção "importar dados" , e sendo assim não consigo dar sequencia ...... o meu GPS é um Garmin NUVI 550 . Grato pela ajuda !

Ler Mais
  1. Andre    Ademir Goulart

Ademir , boa noite , somente a titulo de colaboracao , consegui , porem tive que antes transformar trilha (trajeto) em rota , e entao apareceu na pasta meus dados , importar dados ... e ai tudo funcionou conforme seu tutorial ... Obrigado

  1. Carlos Augusto

Boa noite. Possuo um KML que tem múltiplas rotas, e que usamos como base para navegação de campo.

Porém, dentro do GPS Garmin, ele tenta traçar um ponto inicial e um ponto final, fazendo com que inúmeras linhas perpendiculares apareçam sobre os ínumeros acessos, tornando impossível utilizar o...

Boa noite. Possuo um KML que tem múltiplas rotas, e que usamos como base para navegação de campo.

Porém, dentro do GPS Garmin, ele tenta traçar um ponto inicial e um ponto final, fazendo com que inúmeras linhas perpendiculares apareçam sobre os ínumeros acessos, tornando impossível utilizar o arquivo (tendo em vista que ele possui pedaços de várias estradas e rodovias)

É possível fazer com que apenas as linhas apareçam na tela do garmin? Sem que ele tente traçar um caminho para percorrer todos os trajetos?

Caso não tenha me feito claro, posso enviar imagens mostrando o que acontece.

Ler Mais
  1. CARLOS AUGUSTO DE BRITO RIBEIRO    Ademir Goulart

Obrigado Ademir!

Acabei de lhe enviar o e-mail, como contém anexos, peço que olhe se não caiu no spam

  1. Fernando

No meu GPS nao aparece a pasta os meus dados, nao importa onde eu coloco o arquivo, nao consigo encontrar no gps depois. Sera que pode me ajudar

  1. Rômulo Provetti    Fernando

Fernando, você usa o Basecamp para importar o arquivo ou copia direto para a pasta. Provavelmente o navegador GPS não está reconhecendo o arquivo.

  1. Ricardo

Alguém sabe se só funciona para GPS da Garmim ou qualquer outro GPS da certo?

  1. Ademir Goulart    Ricardo

Ricardo

Com este tutorial apenas para Garmin

  1. Vitor

Olá amigos, boa tarde. Alguém sabe se é possível importar para o Navegador do Maps, para usar no celular, por exemplo? Obrigado

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização