Entrar

De volta aos caminhos do Himalaia

20º dia - Manali - Dharanshala

O objetivo do dia era chegar a Dharanshala para visitar o Tsuglagkhang Complex, onde fica a residência do Dalai Lama. A distância de onde estava era de pouco mais de 200 km, mas como teria que contornar as montanhas do Himalaia por estradas estreitas e de manutenção precária. A viagem não parecia simples.

21º dia - McLeod Ganj

Nesse dia visitei o Tsuglagkhang, um complexo na pequena cidade de McLeod Ganj onde vive o Dalai Lama. Existe no lugar um grande monastério, o maior do mundo fora do Tibete, para onde vão milhares de budistas meditar e recitar mantras.

22º dia - Dharanshala - Amritsar

Nesse dia eu sairia definitivamente da região do Himalaia e seguiria pelas planícies da Índia em direção ao oeste. Eram dois os objetivos dessa etapa da minha viagem de moto: conhecer o Templo Dourado Sikh e assistir à cerimônia de troca da guarda na fronteira entre a Índia com o Paquistão.

23º dia - Amritsar

Na noite anterior tinha planejado para esse dia pegar estrada em direção a Nova Délhi, uma vez que a cerimônia de abertura e fechamento do portão e troca da guarda na fronteira com o Paquistão estava cancelada por causa dos conflitos na Caxemira e ameaças de atentado terrorista. Mas quando cheguei à recepção do hotel, me falaram que a cerimônia ocorreria naquele dia.

24º dia - Amritsar - Nova Délhi

Tinha pela frente cerca de 470 km para percorrer até Nova Délhi. A expectativa era de que as estradas até aquela cidade estavam boas, mas na velocidade normal da moto, provavelmente teria que fazer a viagem em dois dias. Na recepção do hotel onde estava, em Amritsar, disseram que não conseguiria percorrer a distância em um dia.