Ao sabor da estrada...

Quando fazemos viagens mais longas, fico observando a mudança das paisagens, do clima, da cultura...

A cada cidade que passamos, procuro aprender algo ou trazer alguma lembrança pra compartilhar com meus filhos, parentes e amigos.

Mas o asfalto some ligeiro sob os pneus e muitas vezes é preciso voltar aos lugares e conferir aquilo que passou tão rápido por nós, rever a simpatia de pessoas estranhas que se tornaram tão íntimas por algum tempo.

Algum dia, cedo ou tarde, meu corpo não suportará os rigores da estrada, não poderei mais fazer viagens muito longas de moto, não sentirei mais a brisa fria da madrugada ser substituída pelo vento morno ou por uma pancada de chuva. Não terei mais oportunidade de parar na estrada em lugares diferentes onde se encontram objetos típicos regionais, comidas típicas tais quais matula, barreado, paçoca de carne, pirão, cuscuz... tantos sotaques e trejeitos que no fim são apenas continuidade uns dos outros.

Serei então um contador de histórias épicas que poucos acreditarão ser verdadeiras e das quais só um punhado de fotos dará testemunho. Fotos onde apareço ao lado de minha companheira, montados numa moto legendária compondo um grupo de felizes aventureiros, desafiadores dos limites do tempo, das máquinas e de seus próprios corpos...

Só uma moto me permite interagir tanto com um caminho, aproveitá-lo de ponta a ponta, criar grandes amigos num curto trajeto, fazer-me parte da própria paisagem.

Contar, nós até poderemos. Saber, só nós saberemos.

Enquanto pudermos, eu tentarei continuar fazendo essas viagens de moto, buscando companheiros pra compartir a aventura, indo sempre que possível mais longe, por lugares diversos, conhecendo cada vez mais e narrando a experiência pra quem a queira curtir...

Sei que é aventura pra poucos, por isso continuarei me alinhando com os que se predispõem a sonhar com isso.

O que se realiza geralmente começa de um sonho e pouco importa que um dia reste apenas a poeira que levantamos sendo soprada ao vento...

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres

Conteúdo relacionado - Artigos

Motociclistas invencíveis

Reclamando de “barriga cheia?

Riders Of Freedom

Geração "top de linha"

História da Motocicleta

A história do Mototurismo

A história do Mototurismo

Caetano De Genaro

Ao sabor da estrada...