Viagem de Moto Viagem de Moto Inspirando viajantes

Aventuras geriátricas

Honda Richmond22Amigos, parceiros, credores e cobradores, sinto informa-los que estou iniciando mais uma etapa do projeto "Torrando a herança dos filhos". 

Neste momento, como diria o nosso queridíssimo e jamais suficientemente incensado Apedeuta, estamos nos preparando para cruzar o Atlântico rumo à terra de Marlboro. Dentro de algumas horas estaremos em Charlottesville (Virginia) onde eu e meu amigo Cyro mostraremos aos gringos como dois septuagenários conseguem se equilibrar em cima de um triangulo apoiado em um dos vértices (é mais ou menos como me sinto em cima de uma moto).

Virginia 8Após uma viagem de 24 horas, com direito a três conexões chegamos a Richmond, onde o genro do Cyro, o Bob, nos esperava. Antes de partirmos para Charlottesville ainda demos uma passada no Museu Aeronáutico de Richmond, afinal eu, o Cyro e o Bob somos amantes de máquinas voadoras, principalmente as que fizeram historia.

Virginia 19Continuando com nossas atividades aqui na terra de Marlboro, após três dias trabalhando para eliminar os problemas decorrentes de falta de uso e excesso de mau gosto na Wing que, por sorteio, coube ao Cyro, e que agora esta que nem pinto no lixo com sua moto, eis que é chegada a hora de Tio Helio se mandar para Detroit e pegar a segunda Wing.

Charlottesville 6Grande moçada, continuando com as travessuras que a terceira (ou será quarta?) idade nos permite, apresentei-me na Albermale High School para fazer o curso Básico de Motociclismo da MSF - Motorcycle Safety Foundation. A MSF é uma fundação mantida pelos grandes fabricantes de motocicletas nos Estados Unidos: Harley-Davidson, Honda, Yamaha, KTM, BMW, Kawasaki, Suzuki, Victory, etc. Seu objetivo é trabalhar para que o motociclismo se torne uma atividade cada vez mais segura e com isso reduzir drásticamente o número de acidentes envolvendo motocicletas e, por consequência, todos os seus impactos (sociais e econômicos). A MSF têm convênios com quase todos os estados e ministra cursos, palestras e treinamentos, além de testes de avaliação que servem, na maioria dos estados, como prova de habilitação.

Charlottesville 10O tempo está terrível: frio com possibilidade de neve ao invés de calor nesta época do ano. Acho que a hipótese (já que teoria nao é) do "aquecimento global" foi para o brejo depois que seu "muso" , o tal de James Lovelock, confessou em entrevista a Ian Jonhston publicada no www.msnbc.com em 23/04/2012, que estava sendo alarmista e pediu desculpas, deixando o bestalhao do Al Gore e seus eco-chatos pendurados na brocha. O fato é que ainda não podemos fazer viagens mais distantes enquanto o tempo não firmar. Mas isso tem seu lado positivo, além de curtirmos mais a familia (já me considero parte) estamos colocando as motos à nossa feição.

Charlottesville 21Grande moçada, acabou o recreio. Enquanto estávamos trabalhando duro para dar condições mínimas de segurança para que as Goldwings encarassem uma Estrada, fazíamos pequenas incursões por cidades próximas a Charlottesville, tais com Orange, Staunton, Winesboro, Richmond e outras menos votadas para testar nossas modificações e verificar o grau de confiabilidade das maquinas. A única viagem, até então, foi a minha trazendo a moto de Detroit, por sinal com sérios problemas de freio. Foi uma luta trazer a danada com o disco dianteiro esquerdo arrastando por 750 milhas.

Smoky Mountains 2Pois é moçada, ontem à tardinha, ao chegarmos ao hotel, havia umas 10 motos estacionadas na cobertura em frente à recepção e um monte de gringos tomando cerveja em volta delas. Quando nos viram já nos convidaram para uns copos e só tivemos tempo de deixar a bagagem no quarto e voltar para bater um papo e descontrair. Acho que exagerei na cerveja pois não entendi o que uma recepcionista falava a respeito de uma Honda no estacionamento. O fato é que pela manhã descobri que tinha deixado a moto ligada e a bateria tinha ido para o vinagre. O jeito era empurrar a moto. Pedi auxilio ao Cyro, que sentou na moto obviamente (a lambança fui eu quem cometi) e eu empurrei-a com medo que a "gambiarra" no coração desse o prego. Mas a Dra. Olga fez um belíssimo trabalho e pude empurrar com vontade os 400 e poucos quilos da moto + Cyro e a danada pegou depois de uns poucos metros. Aproveitamos o embalo e nos mandamos para Gatlinburg no Tenessee, atravessando o belíssimo Smoke Mountain National Park.

Deals Gap 1O programa de hoje é chegar a Deals Gap (North Carolina) pela Foothills Parkway. Isso nos permitirá pegar o Dragão pelo rabo (mania de brasileiro). Abrindo um parentheses: enquanto escrevo tem um casal aqui ao lado queimando uma maconha da melhor qualidade. Sou obrigado, pela proximidade e pela direção do vento, em compartilhar do saudável vicio dos sacanas e isso é um perigo pois esta me dando vontade de "fazer" o Tail of the Dragon agora e com o farol apagado. O Cyro está tendo um enorme trabalho em me convencer do contrário. O problema é que ele começa a ser afetado pela melodiosa fumaça e parece que esta ficando doidão também. Torçam para que resistamos ate o final da narrativa. Fecha parênteses.

Página 1 de 2

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.