Uma aventura pela Patagônia

Uma aventura pela Patagônia

Patagonia 01

“Os ventos e as ondas estão sempre do lado dos navegadores mais competentes”. Edward Gibbon

Anualmente, fazemos viagem de nosso Moto Clube Eu, Gata e Cão Fiel - Macaé (RJ) e para 2016 estava programado roteiro pela Croácia. Como todos sabem, novos ventos mudaram o curso da economia e a moeda teve uma grande desvalorização, fazendo com que buscássemos novos rumos. Visitar o Ushuaia faz parte do sonho de todo motociclista.

Dias 1 e 2 - Rio Gallegos

Patagonia

Esse seria o dia do voo até Buenos Aires e conexão para Rio Gallegos, local onde estariam nossas motos. Río Gallegos, é a capital da província argentina de Santa Cruz. O município possui quase oitenta mil habitantes (2001) e foi fundado em 19 de dezembro de 1885, distante cerca de 2800 quilômetros de Buenos Aires. Conhecida como "cidade dos ventos" devido às freqüentes massas polares oriundas da Antártica que passam pela cidade, que apresenta relevo plano e seco.

Dia 3 - Ushuaia e Terra do Fogo

Patagonia

Como Elcione e Diacuí somente chegaram às 3 horas da madrugada, atrasamos um pouco a saída na parte da manhã. Partimos em direção a Ushuaia e logo chegamos à balsa do estreito de Magalhães que liga os Oceanos Atlântico ao Pacífico. A passagem foi bem tranquila, fazia um dia ensolarado e o mar estava muito sereno.

Dia 4 - Bahía Lapataia

Patagonia

A Ruta Nacional 3 é uma rodovia argentina, que percorre o país de norte a sul, desde a província de Buenos Aires até a província da Terra do Fogo. Ela inicia na Ruta Provincial 4, e percorre 3.074 km até a ponte sobre o Rio Lapataia, a 11 km de Ushuaia, onde fica o Parque Nacional “Tierra del Fuego”, o mais Austral do continente, com 63 mil hectares. O Parque foi criado em 1960 para proteger restos arqueológicos yámanas, espécies de animais e vegetação da região, com montanhas, vales congelados, lagos e costa marítima intocada.

Dia 5 – Punta Arenas

Patagonia

Depois do belo passeio em Ushuaia, um dia com um pouco mais de estrada e aventura em direção a Punta Arenas no Chile, com previsão de rodarmos 622km. Punta Arenas está em uma das regiões mais inóspitas e encantadoras do planeta, onde tudo gira em torno da natureza, da paisagem gelada do mítico Estreito de Magalhães e do Canal de Beagle. Como era dia de semana, as aduanas nas fronteiras estavam bem mais tranquilas que na ida.

Dia 6 - Torres del Paine

Patagonia 31

Durante a manhã fizemos um passeio pelos ventos de Punta e estivemos no Duty Free buscando reforço nas roupas de frio. Estava tudo muito caro. Lá conversamos com outros motociclistas que também sobreviveram à travessia na madrugada e após o almoço, partimos em direção à Torres Del Paine.

Dia 7 - El Calafate

Neste dia, pudemos curtir efetivamente as estradas que saíam do hotel e circundavam o Parque Nacional Torres del Paine, seus lagos e as belíssimas montanhas da Cordilheira dos Andes pela mítica Ruta 40, na direção de El Calafate.

Dia 8 – Glaciar Perito Moreno

Patagonia

O Perito Moreno é considerado a terceira maior área congelada do planeta e único em todo mundo que não perde tamanho com o passar dos anos, tem uma taxa de crescimento de cerca de 2 metros por dia, cerca de 700 metros a cada ano e como perde volume praticamente na mesma proporção, se mantém estável. Está a 80 km de El Calafate e possui uma superfície de gelo de 250 km quadrados e altura de 60 metros em relação ao nível do Lago Argentino.

Dia 9 - El Chalten

Patagonia 41

Pela manhã nossa viagem de moto continuou pela Ruta 40 em direção El Chalten, que vem a ser a cidade mais recente da Argentina. Fundada em 1985 para manter a soberania da Argentina sobre territórios na disputada fronteira patagônica com o Chile. Eleita como o segundo melhor destino de 2015 pelo site Lonely Planet.

Dia 10 - El Chalten

A previsão para este dia era de passeios pelos belíssimos locais da região. Durante a noite, a ventania atrapalhou o sono de diversos de nós. O Hotel ficava num platô e em certos momentos chegava a balançar. Me lembrei do Alessandro, que no dia anterior havia pago 100 pesos numa licença para pescar e desci cedo (antes das 8 horas) para o café da manhã.

Dia 11 - Rio Gallegos

Patagonia 38

Pela primeira vez durante toda a viagem, todo o grupo já estava presente às 6h30 para o café da manhã. Neste dia o grupo que seguiria até Rio Gallegos e Mateus iria em direção a Perito Moreno, retornando ao Brasil de moto, pois estava de férias e iria aproveitar para um passeio maior.