Ásia

Como fazer uma viagem de moto através dos Himalaias

A estrada entre Manali (Himachal Pradesh) e Leh (Ladakh), corta os Himalaias indianos e é uma das estradas mais altas do mundo. O método clássico de fazer essa viagem é em uma motocicleta da marca Royal Enfield.

Indochina

Indochina 20

Era o crepúsculo, quando entramos Cao Bang, e o tráfego estava pegando. Digby, o nosso guia, nos orientou estacionar as Minsks em um edifício anódino, em uma esquina, na metade do caminho para a cidade. Um homem sorridente se aproximou carregando um pequeno compressor, um tubode spray e uma mangueira.

Era a versão norte Vietnamita de uma lavagem de carro e era um serviço bem vindo, de fato. Tinha chovido durante todo o dia e as estradas de terra que andamos nas terras altas, ao longo da fronteira com a China, se transformaram em córregos, ou melhor, rios-de lama. Não foram só as motos que ficaram cobertas com lama, mas todo o nosso equipamento e roupas também.

Uma viagem da China

augusto lins e silva 1De todas as possibilidades para comemorar o aniversário de 71 anos, Augusto Lins e Silva escolheu a menos ortodoxa. Em 12 de julho, o empresário aposentado poderá estar em alguma zona de conflito no Paquistão ou próximo a um campo de refugiados na entrada da Turquia. Culpa da fixação em bater o próprio recorde: percorrer 45 mil quilômetros de motocicleta da China a Portugal, passando por 27 países e dois principados durante o período, para cumprir o Projeto Eurásia. A viagem vai começar em maio e deve durar pelo menos quatro meses. Tudo por um único motivo: "Meu prazer é a estrada. Não faço viagens pequenas, elas têm de valer a pena", conta o estradeiro mais experiente das Américas.

The Highest Pass

Highest Pass

Logo depois que Adam Schomer encontrou o yogi moderno e guru, Anand Mehrotra, eles planejaram uma expedição de moto através dos mais altos montes do Himalaia, no norte da Índia, por algumas das estradas mais perigosas do mundo. Eles formaram uma equipe de sete motociclistas para compartilhar o que seria a jornada de uma vida.

Estes pilotos e Adam, que aprendeu a pilotar duas semanas antes da viagem, foram guiados pelos ensinamentos inspiradores de Anand, que carrega o fardo de uma profecia que prevê que ele vai morrer em seus vinte e tantos anos em um acidente. Ele tem esta idade agora, mas leva com uma coragem e sabedoria que nos lembra que "Só quem morre, realmente vive."

Viagem ao velho mundo

India

Mensagem aos queridos amigos reais e virtuais.

No passado mês de maio, fui submetido a uma delicada intervenção cirúrgica que me deixou muito abalado, física e espiritualmente. Quero aqui agradecer de todo coração, a tantos amigos que solidariamente se manifestaram com atitudes que me deram fé, coragem e esperanças.

Sempre que estava com qualquer problema físico ou mental, bastava subir na moto para uma longa viagem, e como num passe de mágica, sentia- me completamente renovado, rejuvenescido. Desta vez, não será diferente. Em janeiro estarei partindo para percorrer durante 45 dias, a Índia e Nepal, berço de uma civilização milenar quanto misteriosa e cativante.

Viajando pela Rota Transiberiana

Siberia

... fomos dormir no meio da solidão e o silêncio absoluto da estepe siberiana.

Era a noite mais negra que jamais tinha visto, só algumas estrelas cintilavam no céu. O frio intenso, convidava a entrar rapidamente no iglú.

Pouco antes da meia noite, um leve tremor na terra e um estranho barulho à distancia, me fizeram acordar com certa preocupação. Nesse mesmo momento, Ener grita de dentro do seu iglu: É o tremor de um terremoto !!!.... Abri o fecho da minha barraca e, apesar do frio congelante, fiquei observando com a cabeça de fora.

Viajando pela Rota Transiberiana - Dormindo com lobos

Lobo

....... "Ficamos ali parados, olhando, até que o silencio e a negritude da noite voltaram a tomar conta do lugar. Voltamos a dormir, mas pouco depois fomos acordados novamente pelos uivos dos lobos. O som vinha de diferentes direções, o que me fez supor que eram muitos. Seus uivos, ora graves, ora agudos, por momentos distante e logo tão perto, me deixavam os cabelos em pé.

Parecia que se comunicavam entre eles e nós estávamos no meio.

Se alguém me perguntar o que sentí naquela hora, a resposta é bem simples e rápida: medo !! Muito medo !!! É difícil ter que enfrentar, na total escuridão da noite, inimigos que você não consegue enxergar, enquanto eles nos observam com toda atenção. São animais muito astutos e inteligentes e sabem que os humanos não enxergam à noite. Isso faz com que o ataque a pessoas, quase sempre, seja à noite.