Viagem de Moto pelo Brasil

A viagem transcorreu conforme planejado, exceto pelo calor quando passei pelo noroeste de Minas. Foram 796,4 km percorridos, a maior parte pela BR-040, uma estrada privatizada e onde somos obrigados a pagar pedágio, mas uma parte considerável do asfalto precisa ser trocado.

Saí de casa pouco antes das 7h30 e já no início o trânsito na BR-040 estava infernal, até perto da cidade de Esmeraldas. Esse trecho necessita há tempos ser melhorado, com a ampliação do número de faixas, construção de retornos em túneis ou viadutos e construção de passarelas. Por causa da falta dessas obras, encheram a via de radares para reduzir a velocidade, mas a quantidade de caminhões é grande e a viagem não rende.

Foram oito praças de pedágio onde paguei um total de R$ 20,40.

Fiz duas paradas para abastecimento, uma em Três Marias e outra em Paracatu. Nesta última fiquei um tempo a mais que o normal esperando baixar a temperatura do corpo. O sol estava escaldante e o vento que soprava estava muito quente. Nem parece que ainda estamos no inverno.

Parei para tirar fotos junto à placa da divisa entre Minas Gerais e Goiás e também perto da cidade de Cristalina, para acompanhar por alguns minutos a colheita de cebolas. Enquanto tirava fotos, os trabalhadores gritavam pedindo para tirar fotos deles. Rendeu boas fotos, que quando tiver tempo e uma internet melhor eu vou publicar, essas duas que incluí aqui não são boas.

Viagem de moto Brasil - Colheira de cebolas

Fiz outras duas paradas rápidas por causa de obras na estrada.

O GPS indicou que eu deveria pegar uma estrada para contornar Brasília, mas resolvi teimar, segui para a cidade e me dei mal. Cheguei por volta das 17h e peguei o trânsito intenso do fim do expediente da terça-Feira.

Estou em um hotel simples e barato na cidade de Planaltina. Tem Estacionamento para a moto, café da manhá, fica próximo à estrada, mas a internet é horrível.

Fui a uma pizzaria que fica em uma avenida próxima ao hotel e serviam pizza no rodízio, podendo comer batata frita, sushi, frango a passarinho e refrigenrante à vontade. Tudo por R$ 24,00. E estava bom.