Saímos no horário marcado passando por uma estrada de terra cheia de lama e buracos e que atravessava vários riachos de água corrente. Na medida em que nos distanciávamos de Uyuni a altitude ia subindo e com ela o frio. Mesmo com sol a temperatura era bem baixa, nos obrigando a usar bastante proteção.

A estrada ia passando por grandes vales planos a mais de 4.000 metros de altitude com terreno arenoso e vegetação baixa, um tipo de capim que é comida das lhamas. Passamos por algumas plantações de quinua, povoados bem pobres, pessoas cuidando dos animais, muitos rios atravessando a estrada e nós tendo que atravessá-los e ao redor muitas montanhas, muitos vulcões, que o Osvaldo apontava, falava o nome e dizia se estava ativo ou inativo. Vários deles com os cumes nevados. Sobre muitas destas montanhas havia nuvens escuras e chuva.

Paramos em um hotel em uma pequena cidade chamada Mallcu. O hotel foi feito colado em umas rochas e na sua frente passa um riacho de águas cristalinas. Nossos amigos montaram a mesa no gramado e nós almoçamos ali tendo como cenário aquelas imagens.

Voltamos para a estrada, que continuava subindo de forma gradual. Passamos pela Laguna Colorada, com suas águas coloridas de vermelho e cheia de flamingos cor de rosa. Por causa do vento frio e da chuva fina não conseguimos ficar muito tempo lá nem tirar boas fotos do lugar que nos disseram ser incrível com Sol.

Continuamos e a estrada foi a 4.800 metros de altitude. Começou a aparecer neve esparsa ao longo e ao lado da pista. Em determinado momento todo o vale estava coberto de neve. Paramos para brincar enquanto ainda caíam alguns pequenos flocos.

Depois de nos divertir continuamos viagem até que o Osvaldo avisou que estávamos  a 4.970 metros de altitude, o ponto mais alto do dia. Continuamos pela estrada e a neve sumiu. Mesmo na altitude a temperatura começou a subir. Chegamos num vale onde ficam os gêiseres Sol de Mañana, que tem este nome porque o sol bate muito cedo no local por causa da altitude. Um cheiro podre se espalhava por todo o local. Grande quantidade de vapor subia, muitos buracos fazendo barulho como assobio e grandes poços de lama borbulhando. O lugar é ao mesmo tempo incrível e aterrador. Não se pode ficar mais que dez minutos lá por causa dos gases.

Seguimos até chegar num vale enorme rodeado de montanhas nevadas. O piso era todo de cascalho e em alguns lugares avermelhados. A luz do Sol passando pelas nuvens escuras dava uma coloração absurda de bonita em todo o lugar. Foi dado ao vale o nome de Rocas de Dali, porque o famoso pintor fez um quadro que se parece muito com essa paisagem.

Seguimos em frente até chegar ao ponto mais ao sul da Bolívia, na divisa com o Chile e onde fica a Laguna Verde, a 4.500 metros de altitude. Chovia fino e o vulcão Licancabur, que domina a paisagem, estava encoberto pela neve e pelas nuvens. Nem todo dia teremos sorte como ontem em Uyuni. Este lugar é considerado uma das paisagens mais bonitas do mundo. Mas mesmo com tempo ruim não deixou de se apresentar maravilhoso para nós.

Começamos então a retornar para o norte, passando por uma fonte de águas termais cheia de turistas se banhando, inclusive ciclistas europeus viajando pela América do Sul.

A noite caiu e nos pegou na estrada, que estava cada vez mais difícil de percorrer por causa da lama. Mesmo com tração o carro tinha dificuldade de manter uma boa velocidade. Chegamos no hotel Cueva Mallcu às 21 horas, depois de 15 horas na estrada, cansados mas extremamente satisfeitos com o dia cheio de descobertas maravilhosas.

O hotel é bem legal, com decoração rústica como esta do quarto do Marcelo, onde tem uma rocha enorme saindo da parede. Jantamos, tomamos um banho e fomos dormir.

Números do dia:

Quilômetros percorridos: 600 km de carro
Lanche: R$ 3,73 (um refrigerante)

Comentários (7)

This comment was minimized by the moderator on the site

Não sei se porque já me acostumei às belezas de nosso carnaval (Rio, Sampa, Salvador, Ouro Preto, Olinda), não tenho dúvidas ao dizer que preferiria desfrutar as belezas de Uyuni e arredores com nossos amigos harleiros aventureiros, evidentemente com minha FatBoy. De novo, agradeço o relato e as imagens da viagem que considero E S P E T A C U L A R E S !!! Continuo torcendo pelo mais absoluto sucesso deste projeto. Boa sorte! Grande abraço. Helder

This comment was minimized by the moderator on the site

Fica difícil imaginar as emoções que vcs devem estar sentindo nesta viagem. Acredito que somente fazendo e estando nos lugares é possível, todavia "do lado de cá" faço minha própria "viagem" através dos relatos e das fotos fantásticas que vocês tem disponibilizado. Fico grato por compartilharem isto, pois torna-se cada vez mais um enorme incentivo para realizar a minha própria grande viagem de moto. Grande abraço

This comment was minimized by the moderator on the site

Viajar com vocês é como alimentar os nossos próprios sonhos, aguardando o momentos de vê-los também realizados. Parabéns! tudo é muito bonito. Creio que até o cansaço traz um ar de gozo.

This comment was minimized by the moderator on the site

como continuo acompanhado... duas passagens muito ilarias, a do Fantasma do hotel e a outra me lembrou o filme "Motoqueiros Selvagens" quando vc não deixou o Marcelo nadar (tirar a roupa)kkkk muito legal esta viagem. Parabens.

This comment was minimized by the moderator on the site

lindos lugares , eu tbem vou planejar uma viagem pra esses lugares aí , continue com Deus amigos motociclistas

This comment was minimized by the moderator on the site

lindo lugar que vcs estão ! vou tbem fazer essa viagem .. e boa viagem amigos motociclistas

This comment was minimized by the moderator on the site

Experiencias como estas são passagens para outra dimensão. Perceber a vida por angulos que poucos tem a oportunidade é rever os paradigmas. E em contato com o inesplicável diante da imensidão, no faz a toda instante crer no sagrado. Que Deus abra caminhos na alma de cada um de vcs. Boa Viagem

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização