alt

América do Norte, Alaska, USA

Fairbanks

Às 9 horas do dia 25 de Julho, a Electra entrou na loja H-D para fazer a revisão geral, trocar ambos os pneus e lavagem. Às 17 horas estava pronta. Apenas a lavagem deixou muito a desejar, porque ficou muito barro entranhado nas fendas e sujeiras de insetos etc. nas superfícies. A solução foi apelar e dei-lhe um bom banho de WD-40, que é igual ao Bombril com suas mil e uma utilidades.

 

O dia seguinte, 26 de Julho, foi para dormir bastante, limpar o equipamento de chuva, lavar a roupa e analisar a situação financeira. Como o gasto da ida foi além do estimado, a solução prática é simplificar radicalmente o roteiro da volta e pernoitar em Bad&Breakfast ou motéis de pequenas cidades. A fim de enxugar despesas, abortei a ida a Anchorage e reservei o pernoite em Tok, já no rumo da fronteira com o Canada.

 

Nesses dias, parado, sobra tempo para ponderar os acontecimentos e a saudade da família é uma sensação quase física, oprimindo o peito.

 

Meia-noite, sem sono, tirei uma foto do poente, que permanece com claridade. O sol permanece um pouco abaixo do horizonte e a luminosidade que persiste – se bem me lembro das aulas de ótica – é consequência da refração da luz solar.

 

alt

 

Enquanto admirava os efeitos da luz, pensava que amanhã estarei partido para não voltar nunca mais a esta terra mágica, que por tanto tempo ocupou a minha imaginação e alimentou os meus sonhos. Grande Alaska! Foi uma bela luta que tive contigo no North Slope Borough e obrigado por me deixar escapar.

 

Para se ter uma ideia sobre o humor das pessoas que moram no extremo Alaska e o que pensam sobre esse último trecho realizado da viagem, entre Fairbanks e Deadhorse, seguem fotos dos patches vendidos em Prudhoe Bay.

 

alt

alt

 

 
PHD Artur Albuquerque

Comentários (2)

This comment was minimized by the moderator on the site

Parabéns pelo feito, tenho lido cada palavra escrita por vc. Com imensa admiração e "inveja da boa"!!!!! Tenho um coração aventureiro tb! Sou de Bragança Paulista, e tenho o objetivo de fazer a viagem que vc fez, porém sem voltar de moto! Comecei a pensar nessa trip faz 5 meses, e ainda bem que encontrei vc. E sua aventura nesse site. Se lançar um livro irei comprar com certeza! Fique com o arquiteto do universo e fique na Paz e de olho nas placas e no tanque Abraço Gustavo Guerra Villaça

This comment was minimized by the moderator on the site

Tenho acompanhado a aventura desde o primeiro dia de viagem. Sonho em um dia poder realizar uma empreitada dessas. Estava planejando em ir ao Chile com minha Drag, mas depois de acompanhar essa aventura, sinto que ir ao Chile seria como ir à padaria da esquina. Continuarei a acompanhar a sua aventura até o ultimo quilometro. E, caso algum dia voce resolva voltar, pode contar com um companheiro de viagem.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia